Conecte-se agora
acesse VERÃO

TURISMO

TURISMO: Voo inaugural marca retorno da Azul às operações em SJK

Publicado

em

Ainda na pista, bandeiras retratam força da parceria (Foto: Marcos Ivan, Canal39)

A aeronave de prefixo PR-AQE, modelo ATR 72-600, da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, apontou no horizonte às 7:55 de 03 de setembro, tocando o solo segundos depois, para alegria de inúmeras autoridades joseenses de da RMVale.

Era a chegada do voo inaugural da Azul para marcar a retomada das operações entre o aeroporto Professor Urbano Ernesto Stumpf  São José dos Campos (SJK), SP, e o Santos Dumont (SDU) no Rio de Janeiro (RJ). Após taxiar, a aeronave passou pelo arco de água, formado por jatos de duas viaturas com de bombeiros do aeroporto e estacionou, para o desembarque, o qual foi acompanhado por grande número de convidados, autoridades e imprensa regional.

Por dois anos a Azul esteve ausente das pistas do aeródromo referência da RMVale e havia uma lacuna na prestação de serviços de transporte aéreo entre a capital da Região e a capital carioca.

A bordo da aeronave estavam o presidente da Infraero, Antonio Claret de Oliveira; prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth; prefeita de Monteiro Lobato e presidente da AMITESP (Associação dos Municípios de Interesse Turístico) Daniela de Cássia Santos Brito; diretor de Alianças e Distribuição da Azul, Marcelo Bento; presidente do SJK Convention & Visitors Bureau, Luciana Sanefuji, além de outros convidados e demais passageiros.

Marcelo Bento, diretor de Alianças e Distribuição da Azul (Foto: Edna Maischberger)

Para Marcelo Bento, o retorno da empresa para o Vale do Paraíba é de extrema importância não só para a Azul, mas principalmente para o momento econômico brasileiro, principalmente contando com a participação de toda a Região.

O diretor da Azul agradeceu o empenho e a parceria das autoridades, cumprimentou o prefeito Ramuth e desejou que toda a população local realmente “abrace esse aeroporto e use os nossos voos para chegar aos diversos destinos nacionais atendidos pela Azul”.

Bento destacou, ainda, a vocação da empresa em prestar serviços para quem precisa viajar a negócios ou em família, para passeios turísticos. Finalizando sua fala, o diretor de Alianças e Distribuição elogiou as instalações do aeroporto, cumprimentando a Infraero por esses cuidados.

Antonio Claret Oliveira, presidente da Infraero (Foto: Edna Maischberger, Canal39)

Em sua fala, durante a breve solenidade, o presidente da Infraero, Antonio Claret, reforçou o valor da volta da Azul para operar em São José dos Campos como um verdadeiro impulso nas ações do turismo de negócio e de lazer, com repercussão positiva na economia das cidades do entorno.

“Isso é só o começo. A Infraero está preparada para voos mais altos”, definiu Claret, relatando ter, a empresa, saído de um quadro de situação financeira não agradável para resultados muito positivos final de 2017. Abrimos vários aeroportos, ressuscitamos aeroportos que estavam enterrados, como o de Vitória (ES) por exemplo”, disse o presidente da Infraero, citando ainda investimentos para a consolidação de outros locais para operação de voos comerciais.

“Acreditamos muito que o turismo é a ferramenta importante para recuperar a oferta de empregos nesse país. É a melhor forma de agir rápido para poder botar os brasileiros trabalhando novamente. […] A Azul é uma grande empresa, boa parceira, mas não vamos ficar por aqui. Vamos trazer de volta outras empresa também”, finalizou Oliveira, lembrando não ter, o Brasil, condições excelentes de rodovias nem ferrovias, o que enfatiza o valor das viagens aéreas, com total segurança em todos os setores.

Segundo o presidente da Infraero, SJK tem condições de bem receber 400 passageiros por hora e o aeroporto é considerado referência em comparação com muitos aeroportos internacionais.

Prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth (Foto: Edna Maischberger)

Visivelmente alegre e satisfeito, o prefeito joseense, Felício Ramuth elogio a qualidade atendimento da Azul, disse da tranquilidade e conforto que foi o voo inaugural e cumprimentou a todas as autoridades e convidados.

Ramuth valorizou a interdependência, em toda a plenitude do termo, para balizar o sucesso da retomada de operações da Azul em São José dos Campos, cujo resultado se deve à indispensável parceria com a Azul e a Infraero. “Só agindo em conjunto é que conseguimos trazer de volta a Azul para cá”, referindo ainda a real grandeza de se instalar, em SJK a 108ª base de operações da empresa aérea.

Ramuth frisou ter sido alcançado esse sucesso também por conta da reforma trabalhista, que possibilitou a organização de uma equipe de trabalho em terra e outra fazendo parte da tripulação em cada voo. “Agora, é possível a mesma equipe que faz o voo pela manhã fazer o voo de volta, à noite”, comentou o chefe do Executivo, acenando – ainda – com a demanda gerada pelas cidades da região como garantia de vida longa para a Azul em São José dos Campos, pois, conforme afirmou, “o cenário mudou” e se torna importante para o turismo rural, o turismo no litoral e na serra, turismo de negócios.

Encerrando, Ramuth também garantiu a busca por novas empresas e cumprimentou a Azul por honrar o compromisso de praticar preços competitivos, como atualmente é o do voo SDU/SJK.

Ramuth, Bento e Oliveira inauguram o balcão de check-in da Azul Linhas Aéreas Brasileiras em São José dos Campos (Foto: Marcos Ivan, Canal39)

Após o desenlace da fita inaugural do balcão de check-in da empresa e o corte do bolo comemorativo, foi oferecido um coffe break a todos os presentes.

No aeroporto Santos Dumont os passageiros saídos de SJK podem fazer conexões para outros destinos.

Os voos da Azul têm os seguintes horários programados:

Partindo do aeroporto Santos Dumont, às segundas, terças e quartas-feiras – 8:05, com chegada em SJK às 09:15;

De SJK para o Rio de Janeiro: decolagem às 09:45 e pouso às 10:50, também às segundas, terças e quartas-feiras

Às quintas e sextas-feiras: do Rio para SJK, saída às 17:40 e chegada às 18:50. De SJK para o SDU, saída 19:20 e chegada às 20:25.

GALERIA DE FOTOS COM CLIQUES DE EDNA MAISCHBERGER E MARCOS IVAN (CANAL39)

 

Jornalista, Publicitário, Bacharel em Comunicação Social pela Universidade de Taubaté. Radialista com passagens pelas emissoras Globo e Capital 1040-AM de São Paulo, TV Setorial (Pindamonhangaba), Rede Difusora de Rádio, Rede Bandeirantes de Rádio. Escritor, autor de "Mergulho, uma proposta de ajuda" (Editora Ave Maria-SP) Produtor artístico, coordenador de eventos. Diretor proprietário da empresa Marcos Ivan de Carvalho ME Diretor do site www.canal39.com.br, da web radio www.radiocanal39.com e REVISTA39 - digital.

TURISMO

TURISMO: MITs seguem cumprindo seus objetivos e Igaratá dá exemplo

Publicado

em

Ilustração de como deverá ficar a Praça 30 de Dezembro (Divulgação)

Os 140 MIT – Municípios de Interesse Turístico, continuam desenvolvendo ações para o bom proveito da verba exclusiva para o fomento e divulgação do turismo.

Conforme o Canal39 já noticiou, há algum tipo de movimentação para se conseguir a aprovação de uma possível Emenda que autorize a criação de mais 70 vagas, ampliando para 210 o número de MITs no Estado de São Paulo.

Tecnicamente essa ampliação demanda as tratativas parlamentares, a elaboração de algum tipo de documento a ser discutido, após passar pelas Comissões Permanentes da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Se votada e aprovada, a proposta provavelmente segue para pareceres técnicos dos especialistas do Grupo de Análise dos MITs e, em estando tudo dentro dos parâmetros necessários, deverá ser sancionado pelo Governador João Dória.

Sancionada a ampliação do quadro de MITs, o Grupo Técnico deve, primeiramente, finalizar o ranqueamento (análise de desempenho) dos atuais 140 para, em seguida, continuar a análise técnica dos inúmeros Projetos de Lei aguardando, na fila, uma posição conclusiva deste Grupo Técnico se os municípios envolvidos, por meio de seu PDT – Plano Diretor de Turismo, têm ou não condições de serem elevados à categoria de MIT.

IGARATÁ

O município da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, recebeu o Selo de Qualificação como MIT, em meados de 2018, vindo a assinar, já em dezembro do mesmo ano, o seu primeiro convênio para utilização da verba específica para o Turismo.

O investimento, baseado em projeto aprovado pelo COMTUR – Conselho Municipal de Turismo, deverá servir para a construção de benfeitorias na Praça 30 de Dezembro, com a instalação de um palco para espetáculos, em alvenaria, instalações sanitárias para o público e outros detalhes, custo orçado em R$ 350 mil. O restante da verba (cujo total anunciado pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo é de R$ 550 mil), deverá servir para serviços de identificação e sinalização de logradouros e atrativos turísticos.

Celso Palau, aplaudindo e agradecendo a participação ativa do COMTUR, já solicitou a elaboração de novos projetos, os quais deverão ser empenhados durante 2019.

(Texto: Marcos Ivan, Canal39

Continue Lendo

TURISMO

RELIGIÃO: Basílica de Aparecida terá fachadas revestidas com passagens bíblicas

Publicado

em

Foto: Thiago Leon

Mosaicos vão fazer das fachadas do maior templo mariano do mundo uma bíblia a céu aberto (Por Flávia Gabriela e Victor Hugo Barros) 

Em 2019, o Santuário Nacional e os Missionários Redentoristas iniciam um novo projeto: revestir as fachadas externas da Basílica de Aparecida com passagens bíblicas. O projeto, estudado há cerca de dois anos pela administração do maior templo mariano do mundo, será executado pelo Padre Marko Rupnik, artista sacro, teólogo e escritor. Para a obra, o religioso utilizará a técnica dos mosaicos, uma de suas marcas registradas.

Segundo a administração da Basílica, a durabilidade, beleza, fácil manutenção e a tradição na utilização das peças foram elementos fundamentais na escolha do mosaico para compor as fachadas. O material é utilizado há centenas de anos nas catedrais, basílicas e igrejas do Oriente ao Ocidente.

A ideia é transformar as fachadas da Basílica da Padroeira do brasil na maior bíblia a céu aberto do mundo. Isto porque, nas quatro naves do templo, um pedaço da Sagrada Escritura será retratado.

A previsão é de que a obra se inicie oficialmente em julho deste ano, com o início do revestimento pela Nave Norte, onde será retratado o Êxodo. O livro bíblico retrata a libertação do povo judeu do Egito, guiados por Moisés.

Com a conclusão da face norte, as outras três naves também receberão a aplicação dos mosaicos. Na parte Oeste, local em que o sol nasce, será retratado o livro dos Gênesis, com a criação do mundo. Na ala Sul, em contraste com a nave Norte, a Páscoa de Cristo será representada pela ressurreição de Jesus. Já na fachada Leste, onde o sol se põe, a arte vai representar o livro do Apocalipse, com a vinda definitiva de Jesus.

Evangelização – Baseado na obra, o Santuário iniciou um projeto de evangelização junto aos devotos de Nossa Senhora Aparecida. Intitulada Jornada Bíblica, a iniciativa fornecerá materiais para círculos bíblicos por meio dos diversos meios de comunicação ligados à Basílica. A ideia é aprofundar o conhecimento no livro sagrado dos cristãos por meio das passagens bíblicas que serão apresentadas nas fachadas do maior templo mariano do mundo.

Mensalmente, os materiais serão enviados para os participantes da Família Campanha dos Devotos, responsável por manter o projeto por meio da Revista de Aparecida e as revistas Devotos Mirins e Jovens de Maria. Além disso, na programação da Rádio e TV Aparecida, estão programados momentos de estudo da Bíblia com o público. Já pelo portal A12.com será possível estender a pesquisa por meio de infográficos e materiais pensados especialmente para o projeto.

O artista – Padre Marko Rupnik tem décadas de trabalho em mosaico espalhados em todo mundo. Trabalhou para os Santuários de Lourdes, na França, de Fátima, em Portugal, de São Pio de Pietrelcina, na Itália, e tantas outras igrejas do Oriente ao Ocidente. Destacam-se, dentre tantos trabalhos realizados, o revestimento artístico na Capela Redemptoris Mater do Palácio Apostólico, uma das capelas particulares do Papa, no Vaticano.

(Fonte: Página oficial do Santuário Nacional)

Continue Lendo

TURISMO

DICA: Conheça São Simão, MIT da Região Metropolitana de Ribeirão Preto

Publicado

em

Prainha de São Simão (Foto: Diego Imagens)

Fazer a tarefa de casa, dentro da Cartilha recomendada pelo Grupo Técnico de Análise dos Planos Diretores de Turismo, recebidos da Assembleia Legislativa, resultou em título de Município de Interesse Turístico para São Simão, da Rota da Arte, Região de Ribeirão Preto.

Conheça um pouco de São Simão, com informações destacadas do site oficial da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo. Eis o texto:

São Simão, da Rota da Arte, agora é MIT

A cidade de São Simão, da Região Metropolitana de Ribeirão Preto, com mais de 15 mil habitantes, recebe cerca de 100 mil turistas por ano que são atraídos por este destino encravado entre morros e que possui especiais paisagens naturais. Distante 282 km da Capital, este local que agora é Município de Interesse Turístico – MIT, destaca-se pela qualidade de vida, cultura, natureza e também na indústria, na produção de argila branca, areia, jeans, poliestireno e móveis de escritório. Na agricultura, para a cana de açúcar e o reflorestamento para celulose.

Este MIt orgulha-se em ser o primeiro município brasileiro a se manifestar contra a monarquia, fato comprovado por atos e documentos e obteve o título de “Berço da Proclamação da República”. Outro orgulho de São Simão: integra a Rota da Arte, idealizada pelo turismólogo Edenir Luis Belluc e implantada pelo Circuito Turístico Alta Mogiana. É composto por cinco municípios e é formada por importantes artistas plásticos da região: Grassmann (São Simão), Portinari (Brodowski), Vaccarini (Altinópolis), Santos Dumont (Dumont) e Jaboticabal. O anúncio da “Rota da Arte” aconteceu em abril de 2005, no estande da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo na feira internacional WTM Latin América, no Expo Center Norte, na Capital.

Eis os principais atrativos turísticos de São Simão:

CASA DE CULTURA MARCELO GRASSMANN – Rua Rodolfo Miranda, 242, Centro. Marcelo Grassmann, em 1925, gravador, desenhista e artista gráfico, foi um dos principais artistas da arte moderna brasileira e é reconhecido internacionalmente. O imóvel, construído em tijolo no térreo e madeira no pavimento superior, foi doado a município e com apoio do Estado, foi transformado em casa de cultura, hoje Museu Marcelo Grassmann, onde estão contidas as principais obras do artista.

Casarões Bento Quirino (Diego Imagens)

MUSEU HISTÓRICO SIMONENSE ALAUR DA MATTA – Rua Campos Sales, 177 – Centro. Somente em outubro de 1988, com a concessão de uso do prédio da antiga Escola Normal construída em 1923, foi aberto o Museu Histórico Simonense. Ocupando uma área construída de 797 m² o museu é uma das principais referências sobre a cultura simonense, imigrante e arqueológica do Estado de São Paulo. Conta com cinco salas de exposição, sendo três delas permanentes: Arqueologia Simonense, Imigração e Revolução de 32.

THEATRO CARLOS GOMES– Rua Rodolfo Miranda, 277 – Centro. Construído em 1890, utilizado em 1908 para as primeiras apresentações do cinematógrafo. Foi reformado em 2008 e é palco das atividades culturais da cidade, como peças teatrais e filmes.

ANTIGA ESTAÇÃO DE BENTO QUIRINO – MUSEU DA MEMÓRIA FERROVIÁRIO DE SÃO SIMÃO “ALBERTO DE OLIVEIRA”. – Av. José Nayme s/n – Bento Quirino.

COMPLEXO IGREJA MATRIZ SÃO SIMÃO APÓSTOLO – Praça da Matriz, s/n° – Centro. Construída no final do século XIX, quase toda de pedra com paredes de um metro de espessura, está situada sobre uma pedreira. A construção terminou em 1891 e foi inaugurada no ano seguinte. E há a Gruta da Imaculada Conceição localizada em área externa no mesmo quadrilátero da Igreja Matriz que foi construída nos anos 60 para marcar a passagem dos missionários e está aberta constantemente ao público. –

PAINEL DE AZULEJOS – Fundação da cidade. Monumento em homenagem ao fundador da cidade, o bandeirante Simão da Silva Teixeira. Obra artística da Cerâmica Barbosa.

Morro do Cruzeiro (Diego Imagens)

MORRO DO CRUZEIRO é parte integrante da paisagem de São Simão com aproximadamente 1.000 metros de altitude, ponto turístico onde se pode avistar toda a cidade, o vale e a região. Possui o monumento Cruzeiro com 40 metros de altura, e ainda que não fique no ponto mais alto da serra, a vista dali é belíssima sendo que durante a noite a cruz é iluminada por holofotes dando a ideia de que ele está pairando no ar. A Serra de São Simão (Morro do Cruzeiro) é muito procurada para a prática de Trekking (Caminhadas), Ciclo Aventura, Voo Livre, Passeios de Off Roads e Motociclistas, Observação de Pássaros e contemplação da natureza.

FEIRA DOS PRODUTOS RURAIS – Implantada no ano de 2018, atende todas as sextas-feiras no período da tarde, no Terminal Rodoviário de São Simão Felix Bacan e aos sábados no Terminal Rodoviário de Bento Quirino, pela manhã. São cerca de 14 expositores, um ambiente favorável para a oferta de produtos sustentáveis diretamente do produtor rural para o consumidor, promovendo o desenvolvimento econômico e social. 

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro