Conecte-se agora
acesse bibi

SR-LITORAL

TURISMO: Jazz e Vinhos movimentam Caraguá

Publicado

em

“Jazz e Vinhos Festival” tem programação com artistas regionais e internacionais. O evento acontece em junho e garante programação sofisticada a preços acessíveis para moradores e turistas de Caraguatatuba

“Comer, Beber e Dançar”. Assim podemos definir a atmosfera que vai tomar conta de Caraguatatuba no mês de junho. A terceira edição do “Jazz e Vinhos Festival”, que será realizada de 7 a 10 de junho, vai surpreender os amantes da boa música com uma gastronomia sofisticada e regada a ótimos vinhos.

Desta vez, o destaque da programação musical fica por conta do Quarteto “Bira Do Jô”, com o baixista Bira, integrante do Sexteto do Programa do Jô Soares, que se apresenta na sexta-feira (08/06), às 22h e do cantor americano J.J. Jackson, que sobe ao palco no sábado (09), também às 22h. Ambos trazem um repertório repleto de clássicos do Jazz, como Ray Charles, BB King, Jerry Lee Lewis, Bob Marley, Pixinguinha, Luiz Gonzaga, Tim Maia, Nina Simone, Billie Holiday, Jon Hendricks e Mose Allison.

Além desses artistas, a Prefeitura de Caraguatatuba segue com um cronograma com diversas apresentações de bandas e músicos locais*. Na quinta-feira (07), a partir das 20h, tem Quarteto Elias Pontes e Amigos e Michel Pipoquinha. Na sexta-feira (08), a partir das 18h, o público pode conferir Lucas Andrade Trio e Diego Pereira & Group. No sábado (09) e no domingo (10), a festa começa mais cedo, a partir das 13h, com Luana Mascari, Andréa Brandão (feat. Julio Bittencourt Trio), Renato Felix Quarteto, Sandro Haick Duo, Classe A Jazz Quartet, The Neural Fusion (Wagner Rodrigues), Brasil Jazz Trio e Trio Ângulo Mineiro.

O “Jazz e Vinhos Festival” será na Praça da Cultura – Centro, e é montado em uma área de três mil metros quadrados, com iluminação cênica e painel de lead, stands de venda de vinhos e acompanhamentos, além de gastronomia de qualidade a preços acessíveis. A entrada é gratuita.

“É um evento realmente esperado por todos da região, pois tem surpreendido os visitantes a cada nova edição. Essa é a ideia, sempre inovar, trazer algo novo e ainda melhor a cada ano”, diz o secretário de turismo, Cristian Bota.

PROGRAMAÇÃO MUSICAL COMPLETA DO JAZZ E VINHOS FESTIVAL 2018*

Dia 07/06/2018 (quinta-feira)

20h – Quarteto Elias Pontes E Amigos

22h – Michel Pipoquinha

 

08/06/2018 (sexta-feira)

18h – Lucas Andrade Trio

20h – Diego Pereira & Group

22h – Quarteto – Bira Do Jô

 

09/06/2018 (sábado)

13h – Luana Mascari

16h – Andréa Brandão (Feat. Julio Bittencourt Trio)

18h – Renato Felix Quarteto

20h – Sandro Haick Duo

22h J.J. Jackson

 

10/06/2018 (domingo)

13h – Classe A Jazz Quartet

16h – Wagner Rodrigues – The Neural Fusion

18h – Brasil Jazz Trio

20h – Trio Ângulo Mineiro

*A programação está sujeita a alteração

(Mayara Peixoto, Jornalista – MTB 78.637 – Fotos: Luis Gava / Divulgação – PMC)

Jornalista, Publicitário, Bacharel em Comunicação Social pela Universidade de Taubaté. Radialista com passagens pelas emissoras Globo e Capital 1040-AM de São Paulo, TV Setorial (Pindamonhangaba), Rede Difusora de Rádio, Rede Bandeirantes de Rádio. Escritor, autor de "Mergulho, uma proposta de ajuda" (Editora Ave Maria-SP) Produtor artístico, coordenador de eventos. Diretor proprietário da empresa Marcos Ivan de Carvalho ME Diretor do site www.canal39.com.br e da web radio www.radiocanal39.online

CULTURA

CARAGUÁ: “Filhas da Dança” é ouro no 21º Litoral Dance Festival

Publicado

em

CARAGUÁ: "Filhas da Dança" é ouro no 21º Litoral Dance Festival

Doze bailarinas da Cia Filhas da Dança de Caraguatatuba, dirigidas pela coreógrafa e diretora, Evelin Sabará, deixaram os jurados de queixo caído às 22h da última sexta-feira (25) durante o 21º Litoral Dance Festival.

Com a coreografia “Compassos”, no conjunto misto. Toda a obra foi pensada com muita consciência crítica e apresentada no Ginásio do Tebar Praia Clube.

O grupo, que conta com o apoio da Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Esportes,  segue agora ainda mais motivado com foco em outro grande desafio.

Além deste troféu de ouro, a Cia Filhas da Dança de Caraguatatuba já havia garantido sua participação na competição do II Edicion do Super Star Dance, Conjunto Interamericano de Dança e irá representar o Estado de São Paulo entre os dias 29 e 30 de outubro no México.

“Nossa coreografia retrata um pouco da realidade humana, as preocupações do dia a dia, o desejo de conquistas sem olhar aquém; que faz com que muitos se esqueçam de que as pessoas possuem sentimentos e desejos.

Claro que nem todos agem desta forma, mas passam por uma luta constante para permanecer de pé. Paralelo a isso, também tentam erguer e estimular pessoas que já não acreditam em uma sociedade justa. Alguns são fortes e conseguem reerguer-se, mas outros só acreditam no seu ego”, avalia a diretora.

Ao final, as dançarinas conseguem, em meio a um jogo corporal cheio de compasso, deixar claro que todos somos iguais, independente de cor, crença ou classe social. “Deixaremos este mundo sem levar nada, apenas ficará memórias do que construímos por meio da coisa mais preciosa que temos: o nosso nome”, afirma Evellin.

A aluna, Karen Barroso, uma das dançarinas da coreografia vencedora, falou sobre o orgulho em fazer parte desta conquista e sobre os desafios que enfrentaram.

“Ensaiávamos três dias por semana e tivemos apenas um mês entre a preparação e treino para o Festival. Finalmente o dia chegou e a adrenalina e expectativa por fazer um bom trabalho em palco estava grande. Mas, graças a Deus, deu tudo certo”, fala com entusiasmo a bailarina.

Karen destaca sua gratidão à coreógrafa, Eveliin, aos pais e a toda produção.

“Somos gratas a nossa coreógrafa Carolin Evelin por sempre acreditar e investir em nós e por não desistir de nós. Um bailarino só é bom quando o coreógrafo faz por amor e com amor. Nosso muito obrigada por tudo que faz por nós, não poderíamos deixar de agradecer também a Vânia que sempre nos encoraja, apoia e ajuda em todo tempo”, destaca.

O trabalho vencedor teve a participação das bailarinas Ana Júlia Evangelista, Alana de Moura, Arlete Gonçalves, Gabriela Odorizzi, Geovana dos Santos, Joana Silva Prates, Karen Barroso, Letícia Amaral, Natália Stillano, Nathália da Costa, Rayane Carvalho e Rayane Rodrigues. Assistente Vania Buzatto e direção de Evelin Sabará.

(Texto e Foto: Talita Fernanda, PMC)

Continue Lendo

CULTURA

CULTURA: Conexão Caiçara traz boa música, alegria e muito arrasta pé para Caraguá

Publicado

em

Reserve a agenda, pois o próximo domingo (27/05) será de muita música e dança na Praça Tom Ferreira. O “Conexão Caiçara – Forró” será das 17h30 às 22h e promete reunir os amantes do ritmo.

O evento, realizado pela Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Turismo, vem seguindo a proposta de valorização dos músicos locais e promoção da cultura e diversidade.

O arrasta pé dos forrozeiros será garantido pelas bandas Quinteto Praiano, que abre os trabalhos às 17h30, seguidos da Banda Saquaritá, às 18h30. A Tribo Caiçara irá animar o início da noite, a partir das 20h. O encerramento fica por conta da Banda Revolusom, que traz um repertório eclético a partir das 21h30.

De acordo com o secretário de Turismo, Cristian Bota, todas as pessoas tem a oportunidade de apresentar seus projetos musicais e a gestão está cada vez mais aberta, oferecendo o suporte e apoio necessário. “O prefeito Aguilar Junior tem um modelo de gestão participativo, onde o poder público e a população caminham juntos, buscando o melhor para a cidade. Apoiar o artista local, seja o músico ou o artesão, também tem sido uma de nossas prioridades”, disse o secretário.

(Mayara Peixoto, Jornalista / Foto: Luís Gava, PMC)

Continue Lendo

CULTURA

CULTURA: Bachiana Filarmônica do SESI reúne mais de 7 mil em Caraguá

Publicado

em

(Fotos: Luis Gava / PMC)

Mais de sete mil pessoas assistem a apresentação da Bachiana Filarmônica, sob a regência de João Carlos Martins
Caraguatatuba provou que seu gosto por música é diversificado, lotando a Praça da Cultura para assistir a apresentação da Bachiana Filarmônica Sesi-SP, sob a regência do mundialmente conhecido maestro João Carlos Martins.
Foi aproximadamente uma hora de apresentação de músicas de compositores eruditos como Sebastian Bach, Amadeus Mozart e Piotr Ilitch Tchaikovsky, além de canções populares como Yesterday, do grupo The Beatles e Love of my life, do Queen.
Encantado com o carisma do maestro, o público aplaudiu de pé ao final de cada música executada. João Carlos Martins, bem humorado, agradeceu a presença de todos: “Temos que ter orgulho da diversificação do gosto musical dos brasileiros pois hoje, mesmo sendo o encerramento de uma novela de TV, temos aqui um enorme público que deixou suas casas para ouvir música clássica”.
Na plateia, o público de faixa etária variada aproveitou a noite. Vera Regina Carvalho, moradora do Travessão, chegou cedo pois sabia que a Prefeitura colocaria cadeiras para o conforto do público. “Quis pegar um bom lugar para assistir o espetáculo. Adoro o maestro João Carlos Martins”.
Morador da Martim de Sá, Tuy Victória da Silva, com 83 anos, não economizou esforços para acompanhar a apresentação da Bachiana. “Meu genro me trouxe. Ouvir música clássica me faz relembrar a juventude. É um espetáculo imperdível”.
Mesmo os mais jovens, que nunca assistiram uma orquestra sinfônica, também ficaram maravilhados. Valéria Silvano, de 15 anos, veio acompanhada de sua mãe e de uma tia. “Gostei muito. Fiquei surpresa com a apresentação. Acompanhei minha mãe para agradá-la, mas, no fim, eu gostei tanto quanto ela”.
A Bachiana Filarmônica
Formada por jovens e experientes instrumentistas de diversas idades, sob direção do maestro João Carlos Martins, a Bachiana contribui para a formação de talentos e dissemina a cultura da música erudita por todo o Estado. Em 2009 foi adotada pelo Sesi/SP (Serviço Social da Indústria de São Paulo), formando hoje a maior orquestra da iniciativa privada do Brasil, sem nunca abandonar seus ideais.

Maestro João Carlos Martins
Considerado um dos maiores intérpretes de Johann Sebastian Bach (1685-1750), o maestro João Carlos Martins (1940) atingiu um patamar raramente alcançado por outros músicos brasileiros no século XX. Um dos pontos altos de sua carreira foi a gravação da obra completa para teclado desse gênio da música. Logo após, devido a problemas físicos, teve que abandonar a carreira de pianista, canalizando sua paixão para a regência.
Fundação Bachiana
Sonho de um grupo de músicos e empresários brasileiros, entre eles o maestro e pianista João Carlos Martins, a Fundação Bachiana, entidade sem fins lucrativos e/ou econômicos, foi constituída em 2006, tendo como finalidade apoiar, incentivar, assistir e promover o desenvolvimento de atividades de excelência e referência na formação musical e cultural, especialmente nas artes clássicas e educação musical.
Sua missão é promover, através da música, a democratização cultural, educação musical, inclusão cultural e social, conscientização ambiental, direcionados a todos os segmentos da sociedade. A fundação tem como visão tornar-se um referencial no desenvolvimento de suas atividades, através da música clássica de alta qualidade técnica e artística.
A Fundação Bachiana realiza eventos, cursos, ações educacionais e culturais para adultos, jovens e crianças, abrangendo todas as classes sociais, divulgando, valorizando e democratizando a música clássica.

(Márcia de Paula, jornalismo / Fotos: Luis Gava, PMC)

Continue Lendo
Propaganda
Propaganda acesse romaria<(/a)

Em Alta

Hospedado por ServerPro