Conecte-se agora
acesse hawaii

CULTURA

QUALIDADE DE VIDA: Dançar para não dançar – contém vídeo

Publicado

em

Alegrando o corpo, ativando a mente e queimando calorias com Lindy Hop no Azukar.

A necessidade atual da maior parte das pessoas é simplesmente estar de bem com a vida

O surgimento de novas tecnologias as quais, aparentemente, facilitam a vida, promove – no geral – um comodismo capaz de minimizar as ações voluntárias de cada ser humano.

Daí, homens e mulheres, de qualquer idade, envolvidos com a tecnologia dos controles remotos, dos iphones de penúltima geração (sim, pois os de última geração estão, ainda, em gestação, nas mentes de seus criadores) e, por isso, reduzem seus momentos de exercício físico.

O exercício físico é fundamental para o ser humano estar de bem com a vida.

Cada vez mais os elevadores e escadas rolantes estão diante dos olhos de cada pessoa. No trabalho, na escola, no lazer, nas residências, seja onde for, lá está a tecnologia sorrindo para lhe oferecer conforto. Poderia ser confronto, haja vista essa situação estabelecer íntima relação das pessoas com a estagnação do físico e da mente.

Felizmente, com o devido respeito à tecnologia, existem ferramentas altamente acessíveis, viáveis, indispensáveis, notáveis mesmo, capazes de “darem o troco” ao comodismo, à vida sedentária, com elevadas doses de alegria, colorido, emoção positiva, desencadeando a adrenalina gostosa de se sentir o corpo existir em cada um e cada um habitar, efetivamente, esse corpo.

Com a magnífica vantagem de contribuir para com a queima de calorias, essas danadinhas que sempre provocam algum tipo de dobra nas curvas onde deveriam só existir curvas femininas ou, ainda, ampliando a curvatura das barrigas masculinas.

Outra vantagem: os reflexos se recuperam, os olhos ficam mais espertos, os movimentos mais elegantes e até o sistema respiratório fica agradecido por conta dos benefícios da ginástica aeróbica. O coração pula de satisfação, também.

Isso, sem levarmos em consideração a formação de novos laços de amizade.

Estamos falando de dança!

César Munhoz (Acervo Pessoal)

Dança bem dosada, planejada, coreograficamente elaborada para cada perfil de pessoa, focando – essencialmente – seu bem estar para estar de bem com a vida.

Como ninguém nasce sabendo e quem sabe é porque teve algum tipo de referência anterior, destacamos a referência do Azukar Studio de Dança em oferecer para o público de São José dos Campos e Região, um espetacular e movimentado Work Shop de Lindy Hop. O primeiro módulo já aconteceu no sábado, 05, mas isso não impede a participação de novos alunos nos módulos 2 e 3, programados para 11 e 18 de maio, a partir das 19:30.

O professor César Munhoz, especialista “no riscado”, tem toda a didática e alegria em transmitir as técnicas e passos dessa modalidade de dança e estará, no Azukar, pronto para fazer muita gente dançar sorrindo, sorrir dançando, ao som de músicas as quais, por si só, não deixam ninguém ficar só olhando, braços cruzados

Veja o vídeo. Se quiser, pode começar a ensaiar os passos dessa dança…

(Texto: Marcos Ivan, MTb 36001 – Canal39)

SERVIÇO:

LINDY HOP – Work Shop em São José dos Campos

Local – Azukar Studio de Dança

Data – 11 e 18 de maio, a partir da 19:30

Informações e inscrições:

O que é Lindy Hop, afinal?

A Wikipédia explica: “Lindy Hop é uma dança que surgiu entre 1920 e 1930, no Harlem em New York, como uma mistura de outras danças: o Breakaway, o Charleston e o sapateado. Ele é dançado ao som principalmente de swing das Big Bands.

O nome “Lindy hop” surgiu do primeiro vôo solo cruzando o Oceano Atlântico, realizado em 1927 por Charles Lindbergh. O feito teve tanto êxito e repercussão que Lindbergh tornou-se imediatamente herói nacional. Devido à coincidência com o surgimento dos primeiros movimentos da crazy dance, esta foi batizada de lindy (de Lindbergh) e hop (salto, pulo). E foi do lindy hop, de sua enorme riqueza coreográfica, de seus loucos passos aéreos e solos que, mais tarde, a partir dos anos 50, surgiram os mais diferentes estilos de rock and roll e swing dances, como o jive, o rock acrobático e outras variações.[1]Suas origens e vertentes englobam o jazz dance.

Lindy hop é o ritmo que originou as swing dances. É a famosa crazy dance dos anos 30, nascida no Harlem, o mais conhecido bairro negro de Nova York, mais precisamente no Savoy Ballroom, um dos mais famosos salões de baile do mundo.

Após os anos 20, totalmente marcados pelo Charleston, a década de 30 e suas Big Bands consagraram o Swing como um dos ritmos mais fortes e dançantes do século e o Lindy hop como uma das mais fantásticas formas de se dançar já criadas.

O fato é comprovado pela sua sobrevivência, pois é dançado em nossos dias tal como era originalmente. Há organizações que o preservam em diferentes programações, festivais e concursos”.

Continue Lendo
Propaganda acesse anuncie ""
2 Comentários

2 Comments

  1. Cesar Munhoz

    9 de maio de 2018 em 13:21

    Marcos, parabéns pela matéria e muito obrigado pela divulgação!

  2. Maria do Carmo Antunes Lacaz

    9 de maio de 2018 em 14:00

    Boa tarde!!!
    Nossa o lindy em SJC?
    Já chegaram no Vale do Paraíba!!
    Logo ,logo em outras cidades do Vale

    Muito boa a matéria!!
    Canal 39 sempre atentos

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CULTURA

GESTÃO PÚBLICA: São Bernardo do Campo dá incentivo fiscal a produtores culturais

Publicado

em

(Reprodução)

Em sua primeira reunião ordinária de 2019, a Câmara de Vereadores de São Bernardo do Campo teve, em sua Ordem do Dia, oito propostas do Executivo, para serem discutidas e votadas.

Todos os oito projetos foram aprovados e o Canal39 destaca o Projeto de Lei 13/2019, que adicionava o artigo nº 27-A à Lei Municipal nº 6.594/2017, a qual normatiza os atos de concessão de benefícios fiscais no município de São Bernardo do Campo.

Projeto aprovado, por 24 parlamentares, proporciona às empresas que realizarem eventos culturais como apresentações de música, dança, teatro ou cinema, além de desfiles, recitais e outros congêneres a teatros municipais administrados pela Secretaria de Cultura e Juventude, serão beneficiados com redução na alíquota do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

O valor a ser pago por essas empresas, ao governo municipal, será de apenas 2%, correspondente ao mínimo estabelecido em legislação federal.

O projeto – que, segundo o Executivo Municipal, funcionará como uma “medida de incentivo à atração de eventos culturais” para a população de São Bernardo do Campo – obteve apoio de 24 vereadores.

(texto: Marcos Ivan, Canal39)

Continue Lendo

CULTURA

CULTURA: Lorena Musical cria projeto para incentivo a novos artistas

Publicado

em

(Reprodução)

Projeto inovador da Secretaria de Cultura e Turismo de Lorena abre espaço para a apresentação de artistas solo, os quais terão a chance de mostrar seu trabalho musical fundamentado em voz e violão.

O projeto “PALCO UM SÓ”, dentro do Lorena Musical, terá apresentação no dia 23 de março, no Mercadão da cidade.

Inscrições gratuitas até dia 15 de março, por e-mail, devendo ser destacado, no assunto, “QUERO TOCAR NO PALCO UM SÓ”.

Os interessados precisam morar em Lorena e devem enviar cópia do RG, nome completo, endereço, telefone para contato e um vídeo de até 3 minutos, com boa qualidade, não necessariamente vídeo profissional.

Podem se inscrever cantores com idade a partir dos 18 anos.

Email para envio: lorenamusical@gmail.com

Uma realização da Prefeitura de Lorena.

Continue Lendo

CULTURA

CULTURA: Silveiras realiza Tropereta com Festival de Marchinhas

Publicado

em

(Divulgação)

Com características bem ao estilo das tradições da cidade, a qual preserva cuidadosamente o chamado “universo caipira, o 3º Festival de Marchinha Caipira dá cores e motivos para se festejar um tempo de Carnaval. As músicas selecionadas, obrigatoriamente terão temática versando sobe o perfil deste mesmo universo.

Segundo texto contido no site oficial do município, “O Festival tem a finalidade de aprimorar e desenvolver a cultura musical, incentivar os compositores, valorizar os adeptos da música, descobrir novos talentos e aumentar o intercâmvio artístico-cultural”.

A Tropereta 2019 acontece em duas etapas:

. dia 15/02, a partir das 20h, com a realização da fase eliminatória e mais um grande show com a Banda Brasil Night Show;

. dia 16/02 – também com iníco às 20h, a grande final, com premiação dos melhores classificados. Em seguida, a espetacular Banda Gostoso Veneno faz o show de encerramento.

O 3º Festival de Marchinha Caipira de Silveiras acontece na Praça da Matriz, com entrada franca.

Premiação:

1º lugar – R$ 1.000 + Troféu

2º lugar – R$ 600 + Troféu

3º lugar – R$ 400 + Troféu

Marchinhas classificadas para o concurso:

Inicialmente seriam 12 composições. Devido à grande procura, houve a seleção com a inclusão de mais 05. Veja a relação abaixo.

Bandas Brasil Night Show e Gostoso Veneno (Reprodução)

 

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro