Conecte-se agora

TURISMO

Pinda trabalha para ser MIT

Visita ao Museu de Pinda

Publicado

em

Com a assinatura de convênio junto ao SENAC, Pindamonhangaba deu mais um passo rumo à conquista da classificação como Município de Interesse Turístico e, consequentemente, se habilitando à verba estadual concedida aos MITs.

Dos 140 lugares disponibilizados, 71 municípios já conseguiram a titularidade por conta de terem, junto à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, a aprovação dos respectivos Planos Diretores de Turismo, documento exigido para tal classificação. Aprovados, os PDTs são encaminhados para sanção do Governador Geraldo Alckmin.

Pelo convênio, o SENAC ministra um verdadeiro workshop intensivo, aos indicados pela Administração Municipal, focando técnicas de elaboração do Plano Diretor de Turismo.

Basicamente, o conteúdo desse trabalho é a pesquisa de campo, elencando o máximo de atrativos turísticos contidos na cidade, os já em funcinamento, quais têm potencial e, inclusive, a descoberta de nichos de mercado turístico ainda não explorados.

Os encontros para elaboração do PDT acontecem em 3 dias da semana, no Palacete 10 de Julho, reunindo 31 pessoas, além dos instrutores do SENAC. Cada encontro dura 4 horas e o PDT precisa estar finalizado até meados de fevereiro.

Terminada elaboração, findas as revisões, todo o material é formatado em relatório mostrando “a cara turística” do município e encaminhado ao Prefeito Isael Domingues, o qual – por meio de mensagem oficial, o encaminha para apreciação da Câmara de Vereadores.

Na Câmara, o Plano Diretor de Turismo passa pelo crivo das diversas Comissões Permanentes, como as de Legislação, Justiça e Redação; Finanças e Orçamento e, necessariamente, a Comissão de Educação, Cultura, Turismo e Esporte.

Pesquisa de Campo

No dia 19 de janeiro os participantes do grupo responsável pela elaboração do PDT de Pindamonhangaba participaram de um City Tour, já formatado há algum tempo, para avaliação dos atrativos contidos no mesmo. Coordenado pela Diretora de Turismo de Pindamonhangaba, Ana Lúcia Gomes Araújo, e orientado pelo Técnico do SENAC, Álvaro, o grupo percorreu o centro da cidade, a bordo de um ônibus, recebendo informações do Guia de Turismo Fábio, o qual discorreu sobre grande parte da história da cidade e seus atrativos.

Seguindo o roteiro, passagem pelo Museu Histórico e Pedagógico Dom Pedro I e Dona Leopoldina, conhecendo ou revendo suas instalações e um pouco de seu acervo.

Um tempo de estrada e a primeira parada, na zona rural, foi a fazenda da Comunidade Nova Gokula (Hare Krishna), oportunidade para apreciar os espaços para trilhas, o rio que corta a propriedade, área de soltura de animais. Vijaya Marga Das, anfitrião do grupo, comentou sobre os benefícios do pleno contato com a Natureza, destacando pontos avermelhados, nos troncos das árvores. Segundo Vijaya, são sinais de, no ambiente, existir oxigênio puro.

Saborear produtos da cozinha vegana, como a concorrida coxinha de jaca, e uma visita ao templo, com direito a assistir ao ritual de abertura do altar das deidades, foram momentos importantes para o rol de itens a serem avaliados. Visita às lojas também foi item de apreciação.

Da Nova Gokula o grupo seguiu para o Pesque Truta Ribeirão Grande, outro espaço de incríveis momentos junto à Natureza, com corredeiras de água limpa e bem fria, locais para pouso, um bem montado restaurante e lago para pesca de trutas.

Carro chefe do restaurante, a truta foi servida ao molho de alcaparras, com acompanhamento de arroz branco, farofa, salada de legumes. Entrada simplesmente deliciosa: trutela, um incrível patê de peixe. Fechando o cardápio, doces caseiros: de leite, banana, maracujá e abóbora. Para refrescar, água com rodelas de limão.

Pós refeição, caminhada até a Usina de Izabel (e não Usina Santa Isabel, como é conhecida). O nome foi dado pelo proprietário, em homenagem à sua esposa.

Localizada num pequeno platô, cerca de 350 metros acima do restaurante, a usina localiza-se em área particular, mantendo características originais de sua construção, como o próprio prédio, em cuja fachada está a inscrição “UZINA IZABEL”.

Essa usina está em fase de recuperação e deverá ser reativada até final deste primeiro trimestre, com previsão de ser conectada ao sistema de distribuição de energia, produzindo cerca de 2.500kW hora.

De volta ao centro, uma parada estratégica no Restaurante Colméia, onde foi possível saborear bem servido café, com bolos caseiros, pães, patês e a imperdível degustação do café com rapadura, preciosidade da culinária caipira.

O espaço do Restaurante Colméia é muito bom, com características de ranchão de fazenda, é bem ventilado, com iluminação planejada, amplo e com boas acomodações. Tem um bonito fogão à lenha, armazém de produtos da roça, incluindo-se cachaça artesanal.

Tarefa

O grupo fomado para elaborar o Plano Diretor de Turismo tem a responsabilidade de se estruturar o melhor possível para elencar os atrativos turísticos; serviços de hospedagem; transporte; gastronomia; comunicação e atendimento de emergência, por exemplo, classificando-os com notas de 1 a 3, estabelecendo a capacidade de cada perfil e suas particularidades. Festas tradicionais, eventos sazonais, artesanato e culinária obrigatoriamente precisam ser contemplados e avaliados.

Segundo a Diretora de Turismo, Ana Lúcia, o investimento para essa atividade será bem recompensado, haja vista a formação obtida pelos participantes do grupo, os quais passam a ser, automaticamente, multiplicadores do conhecimento, facilitando o trabalho quando da necessária atualização do PDT.

Com essas atividades do mega workshop para montagem do PDT de Pindamonhangaba, sob orientação de especialistas, o município atinge condições ideais de pleitear a classificação como MIT. Precisará de grande apoio de um representante do Legislativo Estadual, o qual deverá assinar projeto de Lei para encaminhar o PDT à ALESP, em tempo de se ter agendamento para apreciação das Comissões; discussão e votação dos deputados e sanção do governador.

A reportagem do Canal39 acompanhou o trabalho de Pesquisa de Campo do grupo.

Veja alguns momentos desse trabalho de campo:

  • Visita ao Museu Histórico e Pedagógico Dom Pedro I e Dona Leopoldina (Foto:Marcos Ivan, Canal39)

  • "Escorregador" no Pesque Truta Ribeirão Grande

Jornalista, Publicitário, Bacharel em Comunicação Social pela Universidade de Taubaté. Radialista com passagens pelas emissoras Globo e Capital 1040-AM de São Paulo, TV Setorial (Pindamonhangaba), Rede Difusora de Rádio, Rede Bandeirantes de Rádio. Escritor, autor de "Mergulho, uma proposta de ajuda" (Editora Ave Maria-SP) Produtor artístico, coordenador de eventos. Diretor proprietário da empresa Marcos Ivan de Carvalho ME Diretor do site www.canal39.com.br e da web radio www.radiocanal39.online

TURISMO

TURISMO: Guará resgata desfiles de Carnaval e Acadêmicos chega em 1º

Publicado

em

TURISMO: Acadêmicos vence Carnaval de Guará
Segundo casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira da Acadêmicos (Foto: Edna Maishcberger, Canal39)
Selminha

Selminha Sorriso, da Beija-Flor de Nilópolis, com o pavilhão da Acadêmicos (Foto: Edna Maischberger, Canal39)

Dona Francisca, moradora em Lagoinha, definiu o Carnaval 2018 de Guaratinguetá: “Maravilhoso”…

Realmente assim foi: uma festa de organização, animação, alegria, cooperativismo e parcerias…

A Avenida Presidente Vargas, o chamado “Tapete Branco do Samba”, reviveu momentos de glória do Carnaval da Estância Turística de Guaratinguetá.

Cinco agremiações contribuíram diretamente para com o resgate dos tradicionais desfiles competitivos e, em todas, a expressão dos hábitos, costumes e sentimentos de brasileiros “de verdade”.

Os cultos de origem africana foram reverenciados com magníficas doses de arte cênica, coreografias, colorido e ritmo. Tudo em nome da igualdade, da cidadania, do respeito. Sem se perder de vista os cuidados para vivermos em paz com a sustentabilidade e as mensagens de protesto pelo que hoje sofre o povo brasileiro.

Cores, muitas, em fantasias, alegorias e adereços, encheram os olhos de quem esteve na Presidente Vargas. Diga-se, de passagem, um público ordeiro, festeiro, cantando tudo de todas as escolas, enriquecendo os momentos do desfile.

“Acadêmicos” fatura 1º no ano do resgate

Trazendo um samba “na medida exata”, com “sorriso maneiro maroto”, cadenciado pela impecável bateria e cantado “com todos os pingos nos is” pelo intérprete Emerson Dias, contando com uma “cozinha” não menos comprometida com os objetivos, inclusive com um “7 cordas” digno de todos os aplausos, a Acadêmicos do Campo do Galvão mostrou, na Avenida Getúlio Vargas, a fibra dos que não titubeiam em buscar fazer a sua parte para o todo sair melhor do que o esperado.

Aliás, essa fibra foi cantada pela arquibancada e pelos componentes, todos muito cientes de serem e estarem guerreiros, orgulhos de serem brasileiros, ou, como diz a letra, serem o melhor do Brasil.

Guaratinguetá tem a tradição de trazer convidados importantes, especializados em samba de Carnaval, das infindáveis fontes do Rio de Janeiro.

Assim, o pavilhão da Escola esteve o tempo todo sob a proteção do sorriso de Selminha e da leveza coreográfica de Claudinho, casal de mestre-sala e porta-bandeira da Beija-Flor de Nilópolis.

Liberdade, herança e miscigenação, com a chegada dos imigrantes, levaram raças, sabores e costumes para o povo aplaudir, em pé, a passagem da Acadêmicos, com seus não menos magníficos carros alegóricos.

Bateria “louca”

Essa foi a definição de um músico de São José dos Campos ao perceber a incrível “paradinha” da bateria, com os repiques segurando o samba antes do recuo. “Muito louca essa parada”, disse o rapaz, fazendo reverencia aos ritmistas.

Bateria impecável, com direito a paradinha (Foto: Edna Maischberger, Canal39)

Por tudo isso, e elevadas doses de sorrisos no rosto, na voz e nos movimentos, a Acadêmcos do Campo do Galvão chegou ao pódio do Carnaval 2018 em Guaratinguetá com um total de 267 pontos. Essa avaliação foi a consideração de 27 jurados, responsáveis pelas notas aos 9 quesitos do concurso.

Tamandaré em segundo

“Agô, uma viagem ao continente africano” foi a temática abordada pela Unidos da Tamandaré, que abocanhou o segundo posto com 265 pontos finais.

Monumentais carros alegóricos, comissão de frente respeitável, coreografias das alas bem ensaiadas e uma pegada forte na letra do samba, agradável ao público também, deram à Tamandaré o direito de festejar o vice-campeonato. (Foto: Edna Maischberger, Canal39)

No dialeto iorubá, “agô” é uma espécie de pedido de licença para algum tipo de situação, como a passagem de um lugar para outro. A Tamandaré passou, sim, e cantou bonito a ancestralidade falando de fé e festa, transformando a passarela em verdadeiro “ilê”, chão sagrado.

Embaixada fala da APAE e conquista terceiro lugar

As ações da APAE para inclusão social de seus atendidos esteveram em pauta na apresentação da Embaixada do Morro.

Carro da Embaixada do Morro (Foto: Edna Maischberger, Canal39)

“Ser diferente é normal”, a nota forte do samba, foi a afirmação para despertar a todos sobre a necessária prática da verdadeira igualdade entre seres humanos, respeitando-se as diferenças, normais em todos os sentidos, para a evolução natural dos relacionamentos em busca da melhor qualidade de vida, motivando cada um a dar sua contribuição para a APAE continuar trabalhando.

Bateria “redondinha”, com  muita coesão nas passagens da primeira para a segunda parte da melodia, contribuiu em muito para as boas notas.

Samba na ponta da língua, interação entre os componentes e boa coreografia, além das alegorias e adereços, ajudaram a Embaixada a passar “comportada” pela avenida.

Bonecos e Mocidade

Não conseguiram ficar entre os três primeiros, mas deram sua inestimável contribuição para a garantia de retorno dos desfiles competitivos de Carnaval.

Uma das alas da Bonecos Cobiçados (Foto: Edna Maischberger, Canal39)

Abordando a Sustentabilidade, a Bonecos Cobiçados e o povo do Campinho deram seu recado, no gogó, com samba no pé e a firme bateria contribuindo no trabalho de mostrar o resultado da soma de esforços.

Representação dos Orixás encantados em carro alegórico da Mocidade Alegre do Pedregulho. Um suave aroma de água de cheiro se espalhou durante a apresentação da escola (Foto: Edna Maischberger, Canal39)

A Mocidade Alegre, por sua vez, levou o enredo “Banho, um ritual sagrado”, invadiu a Getúlio Vargas falando de todos os orixás dos cultos afro-brasileiros para explicar o próprio banho, fundamentado nas ervas de Ossain.  Contando da importância do reequilíbrio de forças por meio de banhos sagrados, o pessoal do Pedregulho se apresentou valente, inclusive com um carro alegórico onde eram representados os orixás encantados.

De um modo geral, clara ficou a intenção de todos os carnavalescos da Estância Turística de Guaratinguetá em não se descuidarem para que não haja um retrocesso na história da Cultura e do Turismo locais. Notável o esforço de todos para o samba voltar em grande estilo, com organização artística a cargo de uma instituição respeitada, como o é a OESG – Organização das Escolas de Samba de Guaratinguetá, somando esforços com a Prefeitura Municipal, por meio de suas secretarias de Turismo e Cultura, além de todos os demais setores da administração.

Um contrato de terceirização também viabilizou a montagem dos espaços oferecidos ao público, autoridades e convidados. Solução inteligente, com estrutura compatível às necessidades de conforto, espaço, segurança e fluidez no trânsito durante os eventos.

Destaque-se o atendimento dado à imprensa presente, com todos os veículos interagindo entre si, em um confortável camarote.

Conforme afirmou o prefeito Marcus Soliva, em fala à nossa reportagem, a Administração Municipal precisa do apoio da imprensa, para divulgar suas ações. “Nós agradecemos muito à imprensa, de um modo geral. O Carnaval deste ano, em Guaratinguetá, possibilitou, inclusive, o trabalho de mais de 300 ambulantes, os quais conseguiram vender seus produtos durante os eventos, o que contribui para a economia local. O Carnaval bem organizado proporciona a vinda de mais turistas, o que reforça o bom desempenho dos setores receptivos, como hotéis, restaurantes, táxis, etc”, comentou Soliva.

A reportagem do Canal39 cumprimenta a todos os envolvidos pelo comprovado sucesso do evento, o que dá garantias de que, em 2019, Guaratinguetá será centro de convergência dos que apreciam bons espetáculos oferecidos pelas escolas de samba, no Carnaval.

GALERIA DE FOTOS

Anunciamos novas galerias de fotos, em outras postagens referindo o Carnaval 2018 de Guaratinguetá)

Continue Lendo

CULTURA

“Socó” saiu, Carnaval chegou!

Publicado

em

Soco dá boas vindas ao Carnaval 2018
Início do desfile do "Socó da Madrugada"

Nascido “Socó da Madrugada”, por dois Carnavais o bloco criado pelo conhecido Rogério Socó Azevedo teve um ano de ser “Socó do Dia” mas, em 2018, conseguiu resgatar a sua já tradição de abrir a semana do Carnaval em Pindamonhangaba, desfilando à noite.

O horário de largada foi “puxado” para as 22 horas e, talvez devido a isso, muitos foliões não atentaram para a mudança e, devidamente munidos de sua alegria, vontade de pular atrás do “Socó”, com ou sem abadá, pegaram o bloco já na metade do caminho, encorpando o cortejo carnavalesco. Houve, até, quem estava buscando saber onde era o Parque da Cidade, imaginando que o bloco largaria de lá.

Com estrutura de som oferecida pela Prefeitura, por meio do Departamento de Eventos e montada pela Live Art Sound, dois caminhões comboiaram a massa de foliões pelas ruas do trajeto oficial do “Socó da Madrugada”.

Waltão no chão, cantor e folião, alegrando a multidão (Foto: Marcos Ivan, Canal39)

A Banda e os cantores Waltão e Jorge Boi desfiaram as mais populares marchinhas de todos os tempos, sem deixar de executar a marcha-hino “Deu meia-noite e o Socó chegou”…

Foliões de todas as idades, haja vista o horário assim favorecer, deram as boas vindas ao Carnaval 2018, cuja honra de abrir as portas coube, mais uma vez, ao “Socó da Madrugada”.

A cada esquina do “Circuito Socó” mais foliões chegavam, já no embalo das marchinhas.

Após a passagem pela Praça Monsenhor Marcondes, muitos socoenses ficaram para trás, curtindo um pouco de muitos encontros de amigos, brindando o bom tempo da já quase madrugada e, até mesmo, fazendo planos para o “Bloco das Dondocas”, Juca Teles, Parque da Cidade, Barbosa e outros momentos do Carnaval 2018 em Pindamonhangaba.

Veja a programação completa do Carnaval 2018 clicando aqui.

 

Texto e fotos: Marcos Ivan / Direção: Edna Maischberger – Canal39.

 

Continue Lendo

TURISMO

Especialista em caminhadas dá dicas aos peregrinos

Publicado

em

Como chegar, após decidir começa uma caminhada
Especialista dá dicas aos peregrinos dos caminhos religiosos
Como chegar, após decidir começa uma caminhada

Especialista em caminhadas de longa distância, Cláudio Luiz de Carvalho Leão fala ao Canal39

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro