ESCULTURA: obras de Odette Eid compõem Museu a Céu Aberto em Santo Antônio do Pinhal

Acervo foi doado ao município como sinal de gratidão pela acolhida à artista - contém vídeo

“Calim e Odette resolveram que eles queriam ter uma segunda casa, onde eles pudessem ver os netos, que estavam nascendo, crescer... Em São Paulo não dava para a gente ter esse tempo e eles queriam ter esse tempo com a família, com os netos e ter uma história linda aqui nessa cidade”...

Com voz embargada, esse foi o início da fala de Lucia Eid, filha de Odette e Calim Eid por ocasião da solenidade de inauguração do Museu a Céu Aberto, em Santo Antônio do Pinhal, cujo acervo de esculturas, todas em bronze, fora doado pela família da artista plástica ao município.

Compartilhando um período da história de Odette, Lucia Eid destacou ter sido o início do trabalho dela com esculturas após os sessenta anos de idade.

Ao se instalarem num sítio, em Santo Antônio do Pinhal, Odette Eid dizia ter sido por conta de encontrar, ali, mais inspiração para suas obras. “Santo Antônio do Pinhal, para Odette, era um diamante, onde ela se inspirou”, destacou Lucia.

Após o passamento da mãe, em 2019, os filhos se reuniram e decidiram tornar acessível, publicamente, os trabalhos artísticos herdados. “Isso não é nosso, é patrimônio da cidade, não pode ficar dentro do sítio; isso tem que “ir para a rua”, é patrimônio de Santo Antônio”, comentou a filha da artista plástica.

Fruto do desejo da família e da parceria com as administrações municipais (passada e atual) o Museu a Céu Aberto foi inaugurado e entregue ao público local e turistas na manhã de 26 de março.

Ao final de sua fala, Lucia Eid consolidou seu ideal de contribuir, ainda mais. “Nós não vamos parar aí! Nós temos que seguir com a educação das crianças de Santo Antônio do Pinhal, com ações voltadas para a arte. Eu desejo muito que os artesãos, os artistas daqui se juntem para criarmos uma escola de artes plásticas. Precisamos prestar atenção nessa juventude que está sem perspectiva, sem opção. A arte é uma profissão que nos leva até ao final da vida”, disse, destacando a criatividade de Odette Eid até seus 97 anos de idade. “A família só está devolvendo para a cidade o que Odette veio buscar aqui”, finalizou.

As obras tornadas públicas são todas confeccionadas em bronze, com foco no ser humano, propostas para meditação e destacados insights à importância do toque, da aproximação interpessoal...

Clodomiro Junior, ex-prefeito da cidade e atual integrante da Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo, em sua fala à reportagem do Canal39, referiu o valor de se desenvolver ações de política pública capazes de demonstraram interesse pela qualidade de vida de uma comunidade, desprezando-se a vaidade administrativa.

Junior acenou, inclusive, com a possibilidade de mais esse atrativo pinhalense vir a ser destaque no contexto estadual.

Anderson Mendonça, atual prefeito pinhalense, considera a atitude dos herdeiros de Odette Eid como um grande ganho para a cidade, haja vista a possibilidade de fomento à arte e ao turismo.

O cerimonial registrou, oficialmente, a presença das seguintes personalidades: prefeito Anderson José Mendonça; Valéria Dias, vice prefeita; Lucia Eid, filha de Odette Eid; Claudete Mendonça, presidente do Fundo Social de Solidariedade; Rafael Andrade, presidente da Câmara de Vereadores; Fábio Santos, secretário de Turismo; Clodomiro Junior, consultor da Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo; vereadores Reginaldo Humberto e Fátima Enfermeira; secretário de Infraestrutura Benê Antunes; secretário de Administração Municipal, Lucas Diego; Clara Costa, secretária de Educação; Vilma Eid, Célia Eid e Silvio Eid (também filhos da escultora, além de outros familiares).

Todas as esculturas têm instalado, em sua base de sustentação, o sistema de consulta rápida ou QRCode. Basta fazer a leitura do código, utilizando o celular, e a pessoa interessada acessa o site contendo todas as esculturas do Museu a Céu Aberto. 

Veja, por exemplo, o QRCode abaixo e uma animação da obra "Deus criou os homens" (a face de Deus, imaginada por Odette Eid e, na parte traseira da cabeça, sua Criação).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Após a inauguração do Museu, com descerramento da obra intitulada “A Mensageira da Paz” (destaque nesta página), autoridades e público puderam visitar as demais peças, distribuídas em pontos estratégicos da cidade.

O “guiamento” desse passeio cultural teve a participação da Banda de Jazz Cuca Monga, especialmente escolhida para o evento.

(Texto: Marcos Ivan / Fotos: Edna Maischberger e Marcos Ivan)

SOBRE ODETTE EID

A artista que encantou o mundo na maturidade

Odette Eid (1922 – 2019) nasceu em Zahle, Líbano. Veio com a família para o Brasil aos três anos de idade.

Sua mãe, uma pintora autodidata especializada em cópias de quadros de grandes mestres da pintura, foi quem despertou nela o amor pela arte desde a infância. No entanto, ela só começou a atuar profissionalmente na área artística aos 60 anos, depois de casar todos os filhos.

Mas seu reconhecimento não demorou a chegar. Ganhou prêmios nacionais e internacionais. Entre outros, o Primeiro Prêmio na I Bienal do Annuario LatinoAmericano de Artes Plásticas em Buenos Aires (Argentina) e o primeiro Prêmio na 1ª Bienal Latino-Americana de Arte SP, em São Paulo (SP), ambos em 1987.

Muitas de suas obras estão instaladas em importantes espaços públicos, como as obras “Mulher que carrega o mundo” e “Pássaros imaginários” I, II e III, que fazem parte, desde 2013, do acervo do Museu da Escultura ao Ar Livre da Assembleia Legislativa de São Paulo. Também estão ao ar livre, várias outras esculturas em alumínio na Praça da Luz (Bom Retiro) e fazem parte do acervo da Pinacoteca de São Paulo.

São elas: Botão de rosa, Carneiro, Cisne, Flor redonda, Papoula, Pássaro imaginário e Tulipa. A artista conquistou reconhecimento pelo mundo e suas obras ganharam espaço em acervos, coleções particulares e oficiais, entre outras, na coleção da rainha consorte do Reino da Suécia, Sílvia Renata Sommerlath e do fundador da Scuderia e da fábrica de automóveis Ferrari, Enzo Ferrari.

Odette Eid atuou até os 95 anos de vida, produziu mais de 1.200 obras, entre elas, esculturas, múltiplos e utilitários, usando vários materiais, como bronze, alumínio, acrílico, papel, gesso e tecido. Agora em seu centenário uma representativa parte de suas obras está no Museu a Céu Aberto na cidade de Santo Antônio do Pinhal, onde morou e inspirou sua arte.

(Texto fornecido pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Santo Antônio do Pinhal)

A reportagem do Canal39 contou com o apoio logístico da Pousada Alemã.

    Av. Ministro Nelson Hungria, 720 - Centro.

   Santo Antônio do Pinhal – SP / CEP: 12.450-000 / Tel: 12 3666-1360 / 12 3666-2403

    WhatsApp: 12 9 9606-1467

   [email protected]         www.pousadaalema.com.br

 

ALGUMAS FOTOS: CLIQUE AQUI.

ABAIXO, GALERIA COM OUTRAS IMAGENS.

PARA ASSISTIR AO VIDEO ABAIXO, PRIMEIRO FAÇA PAUSA NO PLAYER DE NOSSA RÁDIO, NO TOPO DESTA PÁGINA: 

INAUGURAÇÃO DO MUSEU A CÉU ABERTO EM SANTO ANTÔNIO DO PINHAL, SP



INAUGURAÇÃO DO MUSEU A CÉU ABERTO EM SANTO ANTÔNIO DO PINHAL, SP - OBRAS DOADAS PELA FAMÍLIA DA ARTISTA PLÁSTICA ODETTE EID.

INAUGURAÇÃO DO MUSEU A CÉU ABERTO, EM SANTO ANTÔNIO DO PINHAL - SP GALELRIA 01


Museu a céu aberto, contendo obras da artista plástica Odette Eid. Vide matéria neste link:

 https://canal39.com.br/noticia/684/escultura-obras-de-odette-eid-compoem-museu-a-ceu-aberto-em-santo-antonio-do-pinhal/

Com fotos de Edna Maischberger e Marcos Ivan.



Comentários