Conecte-se agora
acesse vila rica

CULTURA

CULTURA: Sábado tem “Baladinha Cultural” para todas as idades em SJC

Publicado

em

(Artes: divulgação)

Primeira “Baladinha Cultural” tem programação diversificada para adultos e crianças neste sábado, dia 13 de abril

Organizado pela Cia A Blau Quer Falar, evento reúne gerações na Casa Proarquia em São José dos Campos

Promovendo programação cultural para toda a família, a Baladinha Cultural acontece neste sábado, dia 13, na casa de cultura Proarquia, no centro de São José dos Campos. O evento que reúne adultos e crianças em uma matinê para todas as idades é organizado pela Cia A Blau Quer Falar, grupo de artistas e mães que tem como objetivo arrecadar fundos para a realização do projeto “Mães em Cena: vida após o parto”, uma peça teatral sobre a maternidade.

Com uma roupagem cultural focada em músicas de muita qualidade para curtição de adultos e crianças, a baladinha traz atrações artísticas que podem ser apreciadas por todas as idades e abre o palco para crianças e adultos que quiserem recitar poemas, cantar e dançar. Na programação, estão a participação especial da diretora musical do espetáculo, Ligia Kamada, que apresentará algumas canções, discotecagem com Gaby Celani (técnica de som e luz do espetáculo), performance da palhaça Panqueca (Adriana Marques, diretora do espetáculo), exposição e pintura de aquarela ao vivo com a artista e bonequeira na oficina Alma de Artista, Letícia Regina (cenógrafa e figurinista do espetáculo) e espaço com brinquedos.

Estarão presentes também as atrizes do projeto Ana Claudia Menezes, Daniella Peneluppi, Deborah Andrade e Marcela Puppio, que farão performances artísticas. Além das apresentações, o evento contará ainda com a presença de Ana Muller de As Marias na Cozinha, que venderá comidinhas afetivas e saudáveis para toda a família. O valor da entrada será revertido para a produção a montagem do espetáculo teatral “Mães em Cena: vida após o parto” que tem previsão de estreia entre maio e junho deste ano.

O ingresso para entrada no evento será uma contribuição no Catarse (site de financiamento Coletivo no qual o projeto está inscrito para receber doações até o dia 15 de abril), com valores a partir de R$ 10,00. Quem não puder ir ao evento pode ainda assim contribuir com a realização da peça teatral através do site Catarse, pelo link caterse.com.br/mãesemcena.

(Foto: Maria Julia Rosa)

SERVIÇO – BALADINHA CULTURAL

Quando?

Dia 13 de abril, sábado

A partir das 15h

Onde?

Casa Proarquia

Rua Mário Sampaio Martins, 295

Centro, São José dos Campos.

Quanto?

A partir de R$10

(valor mínimo da doação)

Pagamento poderá ser feito em dinheiro, cartão de débito ou crédito

Mais informações:

Telefones: (12) 99633-1630 (Marcela), (12) 98135-5178 (Ana Claudia).

Email: cia.ablauquerfalar@gmail.com

Facebook: Cia. de Teatro A Blau quer falar

https://www.catarse.me/maesemcena

CULTURA

TRADIÇÃO: Domingo de Páscoa tem muito barro e testamento do Judas em Silveiras

Publicado

em

Conhecida como Testamento do Judas e Festa do Barro, uma tradicional brincadeira marca o Domingo de Páscoa, em Silveiras, município da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

(Divulgação)

Dependurado num mastro, Judas permanece até por volta do meio-dia, quando é alvo direto das ações populares.

Antes disso, os moradores e turistas, de qualquer idade, participam de uma verdadeira Festa no Barro. E imaginem quanto barro!

Pelotas são atiradas, alguns se lambuzam no barro e correm para abraçar os mais tímidos, outros, propositadamente se escorregam, “pranchando” no chão para se encharcarem no vermelho da terra úmida.

Por volta do meio-dia, Judas é o centro das atenções.

Antes de passar a virar restos de estouros, uma das pessoas da organização faz a leitura do Testamento do Judas. Já que vai virar “bagaços”, o negócio é repartir o que Judas deixar em testamento.

Durante a leitura, alguns “recados” são dados a personalidades que, de uma forma ou outra, marcaram algum momento da atualidade no cenário local e nacional.

Distribuídos os “bens de testamento”, bombinhas estouram, reduzindo o boneco a frangalhos…

Em tempo: para quem quer ir ver e sentir vontade de participar, importante é lembrar que a roupa usada na Festa do Barro vai ter seu último uso ali… É chegar em casa, tirar os panos e botar no lixo, segundo dizem os que participam do evento. Depois, haja água para aquele banho de tirar barro… Dá para lavar a alma com tanta descontração e alegria!

Quer saber mais? Precisa estar lá, em Silveiras, no Domingo de Páscoa, na Praça da Criança. Aproveite para saborear o bom da culinária tropeira, num dos restaurantes da cidade…

Fica a dica!

(Texto: Marcos Ivan, Canal39)

 

Continue Lendo

CULTURA

MÚSICA: Projeto Musical do Santuário recebe visita de renomado maestro

Publicado

em

Foto: Thiago Leon

João Carlos Martins visita sede do PEMSA pela primeira vez nesta segunda-feira

Crianças e jovens atendidos pelo Projeto de Educação Musical do Santuário de Aparecida (PEMSA), recebem na próxima segunda-feira (22), a visita do maestro João Carlos Martins. O encontro entre o regente e os músicos acontece às 15h, no espaço dedicado às atividades musicais.

“Ouvi falar maravilhas desse Projeto e faço questão de conhecê-lo pessoalmente, pois todas as ações que transformam a vida das pessoas através da música, oferecendo crescimento e orientação, são de meu interesse”, explica o maestro João Carlos Martins.

Esta é a primeira vez que o maestro visita o PEMSA. Na programação, está prevista a apresentação dos atendidos pelo Projeto, bem como do Coral e da Orquestra, formada por jovens e crianças que se destacam nas aulas. Ainda está prevista uma visita às dependências do prédio, inaugurado em 2017.

Implantado em março de 2003, o PEMSA já assistiu mais de sete mil crianças e adolescentes, sendo que muitos seguiram no caminho da música e hoje integram orquestras como Bachiana Filarmônica SESI-SP, Bacarelli, Orquestra de Barra Mansa, Orquestra Filarmônica de Belo Horizonte e bandas das Forças Armadas do Brasil.

Funcionando em um prédio com 17 salas para oficinas teóricas e práticas individuais e em grupo, o PEMSA conta com 50 funcionários e atende, hoje, 600 crianças e jovens, de 7 anos a 17 anos, no contra turno da escola. O projeto tem uma orquestra formada pelos alunos avançados, atualmente com 70 músicos e um coral com 120 integrantes.

(Sala de Imprensa do Santuário de Aparecida)

Continue Lendo

CULTURA

RELIGIÃO: Caminhada do Silêncio reúne fiéis no Morro do Cruzeiro em Aparecida

Publicado

em

Foto: Thiago Leon

Momento oracional abre atividades religiosas da data, que recorda a Paixão de Jesus (Por Victor Hugo Barros)

Na Sexta-feira Santa (19), católicos de todo o mundo recordam a Paixão e Morte de Jesus. Em Aparecida (SP), a tradição da oração da Via Sacra no Morro do Cruzeiro acorda a cidade com orações e cânticos que recordam os últimos momentos da vida de Cristo. A procissão se inicia às 5h e percorre cerca de 900 metros em uma caminhada até o alto da colina, se encerrando aos pés do Cruzeiro que nomeia o espaço.

A caminhada, de cerca de uma hora e meia, é marcada pelo silêncio e pelo respeito. Para ajudar na reflexão dos fiéis, além das orações próprias deste exercício de piedade popular, 14 painéis confeccionados em cimento pelo artista Adélio Sarro, representam o sofrimento de Cristo no caminho para o Calvário.

O momento reúne aparecidenses e romeiros que realizam o percurso como forma de penitência e recordação dos sofrimentos vividos por Jesus em Jerusalém. Muitos dos fiéis presentes carregam velas nas mãos, representando a luz de Cristo que venceu a escuridão da morte.

Uma tradição de fé – A primeira cruz no alto do morro foi fixada em 1925, iniciando a tradição de peregrinar até este local. Durante a celebração da Semana Santa do ano de 1948, foram inauguradas as capelinhas da Via-Sacra pelo então vigário Padre Antônio Pinto de Andrade. No ano 2000 o local foi remodelado, ganhando a forma de hoje.

Meditação jovem – Também na Sexta-feira Santa, no interior da Basílica de Aparecida, às 9h, os Jovens de Maria, pastoral jovem do Santuário Nacional, meditam os últimos momentos da vida de Jesus. A celebração será inspirada na Via Sacra feita na última Jornada Mundial da Juventude (JMJ), realizada em janeiro deste ano no Panamá.

O roteiro apresenta realidades da juventude e da sociedade atual. Durante o momento oracional, elas serão apresentadas a Deus junto ao sofrimento de Cristo.

Celebrações da sexta-feira – Além da oração da Via Sacra no Morro do Cruzeiro e no interior da Basílica, outras atividades estão programadas para a Sexta-feira Santa no Santuário Nacional. Ao meio-dia, acontece a celebração do Sermão das Sete Palavras, que rememora as últimas expressões de Jesus, quando já estava crucificado. No período da tarde, às 15h tem início a principal cerimônia do dia, com a Celebração da Paixão, seguida, às 16h30, da Procissão do Senhor Morto. A expressão de fé, que acontece ao redor do maior templo mariano do mundo, encerra a programação da data.

Ao longo de toda a sexta-feira são esperados quase 43 mil fiéis.

(Sala de Imprensa do Santuário Nacional)

 

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro