Conecte-se agora
acesse capivara

CULTURA

CULTURA: Museu Municipal de SJC é novo espaço público para as artes

Publicado

em

Cerca de 350 pessoas acompanharam a abertura e visitaram a exposição (Foto: Paulo Amaral, FCCR)

Com a abertura da exposição de longa duração ‘Arte Viva’, ocorrida na noite da última terça-feira (15), o Museu Municipal de São José dos Campos, sob gestão da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, passou a ser, de fato, um novo espaço público do município destinado às exposições artísticas e atividades voltadas à arte. Cerca de 350 pessoas, entre artistas, representantes de instituições culturais e autoridades acompanharam a abertura e visitaram a exposição.

(Foto: Paulo Amaral, FCCR)

A mostra reúne cerca de 70 trabalhos, a maioria da década de 1960, do próprio acervo do museu e de coleções particulares. Em especial, do período da Escola de Belas Artes e do Ateliê Livre de Pintura, duas iniciativas que marcaram a história da arte no município. São pinturas, desenhos e escultura de 41 artistas, além de desenhos, esboços originais, documentos, jornais, catálogos, convites e recibos de premiações.

Entre os artistas que têm seus trabalhos expostos estão Tatiana Blass, Tereza Nazar, Mônica Nador, Régis Machado, Maria Bonomi, Alex Flemming, Maria Aparecida Ferigoli, Iracy Puccini, Tuneu, Edith Reinhart, Décio Soncini, Johann Gutlich, Nelson Quaresma, Luigi Zanotto, Claudionor Itacarambi, Luiz Irene Galvão, Sósthenes, Swoboda e outros.

A exposição também faz uma homenagem aos dois principais responsáveis por este momento artístico vivido em São José, os artistas plásticos Johann Gütlich, professor gestor da Escola de Belas Artes e reconhecido internacionalmente, e Estevão Nador, coordenador do Ateliê Livre de Pintura e adepto ao movimento concretista.

Resgate histórico

Para o artista plástico Marcos Ramis, de São José dos Campos, ter um espaço como o Museu Municipal é muito importante para a classe artística joseense. “A cidade merecia um espaço específico para a arte”. Sobre a exposição, Marcos ressaltou que, além da beleza das obras, “a exposição conseguiu mostrar um resgate histórico dos artistas e da própria cidade”.

“Tornar o Museu Municipal um espaço para atividades artísticas é essencial e significa uma mudança de paradigma do pensamento cultural da cidade, pois uma nova ressignificação para o espaço, onde já funcionou uma Câmara Municipal”, enfatizou o ator Vander Palma, do Teatro D’Aldeia. “Estou orgulhoso por termos um espaço desse na cidade e quero voltar à exposição para poder ver com calma algumas obras, que considero muito instigantes”, salientou.

A folclorista Angela Savastano, aluna da primeira turma da Escola de Belas Artes, também estava na abertura da exposição e era uma das mais entusiasmadas ao relatar fatos da época. “Johann Gütlich foi meu professor e era um profissional e uma pessoa maravilhosa e marcante. Poder ver suas obras expostas aqui é motivo de muito orgulho para todos nós”, enfatizou.

Curadoria e Expografia

A exposição ‘Arte Viva’ tem curadoria de Pitiu Bomfin e projeto expográfico de Célia Barros. “Expor o acervo de artes plásticas do Museu Municipal é um acontecimento inédito e importante. É o reconhecimento de um passado glorioso nas artes plásticas da cidade. Mostrar este acervo é resultado do trabalho de inúmeros colaboradores, mas principalmente um compromisso da Fundação Cultural em garantir o direito de acesso ao patrimônio cultural preservado”, explicou Pitiu.

O prédio onde está instalado o Museu Municipal foi construído entre os anos de 1926 e 1927, com projeto arquitetônico do argentino Maurício Erro, e faz parte de uma lista de patrimônios culturais preservados. Para receber a atual exposição e outras mostras, o prédio passou por uma revitalização e adequações específicas. O espaço possui ainda um auditório com 120 lugares, onde serão realizados os cursos e outras atividades culturais.

Setor Educativo

A equipe do museu também foi reestruturada e hoje conta com um Setor Educativo bilíngue, preparado para receber grupos escolares. As visitas em grupos devem ser agendadas junto a este setor, pelos telefones 3921-7587 ou pelo e-mail educativomm@fccr.sp.gov.br A exposição poderá ser visitada de terça a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados das 9h às 13h, com entrada gratuita.

Museu Municipal de São José dos Campos

Praça Afonso Pena, 29 – Centro

(12) 3921-7587

(Fonte: Site oficial de SJC)

Jornalista, Publicitário, Bacharel em Comunicação Social pela Universidade de Taubaté. Radialista com passagens pelas emissoras Globo e Capital 1040-AM de São Paulo, TV Setorial (Pindamonhangaba), Rede Difusora de Rádio, Rede Bandeirantes de Rádio. Escritor, autor de "Mergulho, uma proposta de ajuda" (Editora Ave Maria-SP) Produtor artístico, coordenador de eventos. Diretor proprietário da empresa Marcos Ivan de Carvalho ME Diretor do site www.canal39.com.br e da web radio www.radiocanal39.online

CULTURA

CULTURA: Paraibuna anuncia sua Festa do Folclore

Publicado

em

(Arte: Divulgação)

A Fundação Cultural está preparando uma semana especial em comemoração ao dia do FOLCLORE, valorizando a cultura local, regional e de todo país.

Diversas manifestações serão abordadas, Moçambique, Folia de Reis, Viola Raiz, Samba de Roda, Capoeira, Jongo, Influências Indígenas, Brincadeiras Tradicionais, Maracatu, Congadas, Danças Folclóricas e muito mais.

Durante toda a semana as crianças das redes municipal e estadual de ensino terão uma imersão no tema com muita alegria e descontração que irá se estender ao público em geral a partir de sexta-feira na programação da Festa do Folclore.

Fonte: Fundação Cultural “Benedicto Siqueira e Silva”.

Continue Lendo

CULTURA

TURISMO/CULTURA: Ubatuba realiza 13ª Caiçarada

Publicado

em

Foto: Divulgação

Apresentações culturais, shows de música e dança tradicionais, Encontro de Contadores de Causos “João de Souza”, corrida de canoa caiçara, e o tradicional Festival de Viola “João Alegre” integram a programação da 13ª edição da Caiçarada – Festival de Cultura Popular. O evento é uma realização da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba (Fundart) e, neste ano, será promovida na Praça de Eventos, na avenida Iperoig, no Centro.

A abertura oficial do evento acontecerá no dia 23, com apresentação musical de alunos do polo Ubatuba do Projeto Guri e show de Nako e Rafael.

Já o encerramento será com o tradicional Festival de Viola “João Alegre”, que premiará melhor intérprete e melhor composição.

As inscrições para o festival seguem abertas até o dia 20 de agosto. Saiba como se inscrever clicando aqui

Programação completa do evento:

23/08 (quinta-feira)

20h – Abertura Oficial
20h30 – Participação especial do Projeto Guri (Polo Ubatuba)
21h30 – Nako e Rafael

24/08 (sexta-feira)

15h – Miramar Rodrigues
16h30 –Nhamandu nhemopuã (Aldeia Boa Vista)
17h – Yakã Porã (Aldeia Rio Bonito)
17h30 – Grupo indígena tupi-guarani Ywyty Guaçu (Aldeia Renascer)
18h30 – Pífanos do Paraitinga
20h – Orgulho Caipira de Lagoinha
21h30 – Trio Matogrosso

25/08 (sábado)

15h – Ô de Casa
15h30 – O Grito de Maria
16h – Maracatu Itaomi
16h30 – Encontro de Contadores de Causos “João de Souza”
18h – Cantamar
19h30 – Congada de Bastões de São Benedito
21h – Baile de Fandango (Projeto Sementes Caiçaras | Edital PROAC SP)

Xiba e Fandango Mestre Orlando
Fandango Bacurau
Fandango Caiçara

26/08 (domingo)

9h – Corrida de Canoa Caiçara e soltura de tartarugas com o Projeto Tamar
13h – Premiação Corrida de Canoa
14h – Raízes da Caçandoca
15h – Dança da Fita
16h – Concertada
18h – Festival de Viola “João Alegre”
21h – Praieira

 

Continue Lendo

CULTURA

CULTURA/MEIO AMBIENTE: 1ª Virada Animal conta com show da cantora Graça Cunha no sábado (18)

Publicado

em

Graça Cunha (Divulgação)

Uma das grandes atrações da ‘1ª Virada Animal’ de Jacareí será o show musical de MPB da cantora Graça Cunha que se apresentará no sábado (18), às 19h, no Parque da Cidade.

A Virada Animal tem o objetivo de conscientizar o público sobre a importância do cuidado com os animais domésticos e despertar na sociedade o interessante em adotar cães adultos e colaborar com ONGs de proteção animal do município.

A ‘1 Virada Animal’ reunirá entretenimento, informações e diversão. Haverá shows musicais, feiras de adoção, exposição de fotos, vacinação, cadastro e emissão do RGA (Registro Geral Animal), ‘cãominhada’ e ‘cãocursos’.

Além disso, ficarão dispostas seis tendas das entidades de Proteção Animal do Município, que levarão variedades gastronômicas para todo o público.

GRAÇA CUNHA – Graça Cunha iniciou sua carreira em 1993.

Em sua trajetória, a cantora possui mais de 2.500 trabalhos que foram ao ar, entre jingles e locuções para TV, rádio e cinema, assim como participações em CDs de artistas de renome, como Rita Lee, Jota Quest, Skank, Paulo Miklos, entre outros. Também participou em CDs lançados no exterior.

A artista integrou de setembro de 2005 à janeiro de 2016, a banda do Programa “Altas Horas” do apresentador Serginho Groisman. Em 2007, lançou seu primeiro CD Solo “De Virada”, pela Gravadora Azul Music.

Com este álbum, Graça foi indicada ao Grammy Latino em duas categorias: Melhor CD de MPB e Artista Revelação.

Estreou em julho de 2009, sob direção do aclamado artista Miguel Falabella, o Musical da Broadway “HAIRSPRAY”.

Em agosto do mesmo ano, participou do musical “Rockshow”.

Lançou seu segundo álbum “Tiro de letra” em dezembro de 2011 e em março de 2012 iniciou a turnê de shows pelo Brasil. Em maio de 2015 lançou um EP com releituras de grandes compositores da MPB. Em paralelo ao seu trabalho solo, Graça integra o grupo Divazz Trio.

Atualmente é uma das juradas do programa Canta comigo na Record TV. Participa do projeto Notas Contemporâneas, em São Paulo, onde a cada mês um artista é entrevistado e homenageado.

Nesse projeto Graça já cantou para Luiz Melodia, Ivan Lins, Lobão, Leny Andrade, Cida Moreira, Kiko Zambianchi entre outros grandes da música popular brasileira.

(Jader Fernandes/PMJ – Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro