Conecte-se agora
acesse VERÃO

CULTURA

CULTURA: Bachiana Filarmônica do SESI reúne mais de 7 mil em Caraguá

Publicado

em

(Fotos: Luis Gava / PMC)

Mais de sete mil pessoas assistem a apresentação da Bachiana Filarmônica, sob a regência de João Carlos Martins
Caraguatatuba provou que seu gosto por música é diversificado, lotando a Praça da Cultura para assistir a apresentação da Bachiana Filarmônica Sesi-SP, sob a regência do mundialmente conhecido maestro João Carlos Martins.
Foi aproximadamente uma hora de apresentação de músicas de compositores eruditos como Sebastian Bach, Amadeus Mozart e Piotr Ilitch Tchaikovsky, além de canções populares como Yesterday, do grupo The Beatles e Love of my life, do Queen.
Encantado com o carisma do maestro, o público aplaudiu de pé ao final de cada música executada. João Carlos Martins, bem humorado, agradeceu a presença de todos: “Temos que ter orgulho da diversificação do gosto musical dos brasileiros pois hoje, mesmo sendo o encerramento de uma novela de TV, temos aqui um enorme público que deixou suas casas para ouvir música clássica”.
Na plateia, o público de faixa etária variada aproveitou a noite. Vera Regina Carvalho, moradora do Travessão, chegou cedo pois sabia que a Prefeitura colocaria cadeiras para o conforto do público. “Quis pegar um bom lugar para assistir o espetáculo. Adoro o maestro João Carlos Martins”.
Morador da Martim de Sá, Tuy Victória da Silva, com 83 anos, não economizou esforços para acompanhar a apresentação da Bachiana. “Meu genro me trouxe. Ouvir música clássica me faz relembrar a juventude. É um espetáculo imperdível”.
Mesmo os mais jovens, que nunca assistiram uma orquestra sinfônica, também ficaram maravilhados. Valéria Silvano, de 15 anos, veio acompanhada de sua mãe e de uma tia. “Gostei muito. Fiquei surpresa com a apresentação. Acompanhei minha mãe para agradá-la, mas, no fim, eu gostei tanto quanto ela”.
A Bachiana Filarmônica
Formada por jovens e experientes instrumentistas de diversas idades, sob direção do maestro João Carlos Martins, a Bachiana contribui para a formação de talentos e dissemina a cultura da música erudita por todo o Estado. Em 2009 foi adotada pelo Sesi/SP (Serviço Social da Indústria de São Paulo), formando hoje a maior orquestra da iniciativa privada do Brasil, sem nunca abandonar seus ideais.

Maestro João Carlos Martins
Considerado um dos maiores intérpretes de Johann Sebastian Bach (1685-1750), o maestro João Carlos Martins (1940) atingiu um patamar raramente alcançado por outros músicos brasileiros no século XX. Um dos pontos altos de sua carreira foi a gravação da obra completa para teclado desse gênio da música. Logo após, devido a problemas físicos, teve que abandonar a carreira de pianista, canalizando sua paixão para a regência.
Fundação Bachiana
Sonho de um grupo de músicos e empresários brasileiros, entre eles o maestro e pianista João Carlos Martins, a Fundação Bachiana, entidade sem fins lucrativos e/ou econômicos, foi constituída em 2006, tendo como finalidade apoiar, incentivar, assistir e promover o desenvolvimento de atividades de excelência e referência na formação musical e cultural, especialmente nas artes clássicas e educação musical.
Sua missão é promover, através da música, a democratização cultural, educação musical, inclusão cultural e social, conscientização ambiental, direcionados a todos os segmentos da sociedade. A fundação tem como visão tornar-se um referencial no desenvolvimento de suas atividades, através da música clássica de alta qualidade técnica e artística.
A Fundação Bachiana realiza eventos, cursos, ações educacionais e culturais para adultos, jovens e crianças, abrangendo todas as classes sociais, divulgando, valorizando e democratizando a música clássica.

(Márcia de Paula, jornalismo / Fotos: Luis Gava, PMC)

Jornalista, Publicitário, Bacharel em Comunicação Social pela Universidade de Taubaté. Radialista com passagens pelas emissoras Globo e Capital 1040-AM de São Paulo, TV Setorial (Pindamonhangaba), Rede Difusora de Rádio, Rede Bandeirantes de Rádio. Escritor, autor de "Mergulho, uma proposta de ajuda" (Editora Ave Maria-SP) Produtor artístico, coordenador de eventos. Diretor proprietário da empresa Marcos Ivan de Carvalho ME Diretor do site www.canal39.com.br, da web radio www.radiocanal39.com e REVISTA39 - digital.

CULTURA

CULTURA: Festival de Marchinhas movimenta também Potim

Publicado

em

Divulgação

A Prefeitura, por meio do Departamento de Cultura, convida a todos para participar do 1° Concurso De Marchinhas da Cidade de Potim, que será realizado no dia 21 de fevereiro de 2019 na Praça Miguel Correa dos Ouros, no Correto, ás 20h.

Para participar do concurso é necessário inscrever a música de criação própria, no estilo “Marchinha de Carnaval”, com tema livre.

As inscrições se iniciaram dia 11 de janeiro e  permanecem até o dia 14 de fevereiro 14h.
O concurso será livre podendo haver inscrições de toda região.

As inscrições deverão ser feitas por meio de preenchimento de ficha que pode ser retirada na recepção da Prefeitura de Potim ou solicitando a ficha via e-mail: cultura@potim.sp.gov.br.

O inscrito deve enviar a gravação da marchinha em formato mp3 na integra (boa qualidade) e a letra da marchinha, cifrada, para os e-mails:

cultura@potim.sp.gov.br ou mauraomusico@hotmail.com

O resultado das selecionadas será divulgado no dia: 12/02/2019

Serão selecionadas as 10 finalistas, que concorrerão as seguintes premiações no dia 21 de fevereiro:

1º R$ 1.000,00 + CERTIFICADO + TROFÉU

2º R$ 300,00 + CERTIFICADO + TROFÉU

3º R$ 200,00 + CERTIFICADO + TROFEU

4º CERTIFICADO + TROFÉU

5º CERTIFICADO + TROFÉU

DE 6º AO 10º COLOCADO CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO

Continue Lendo

CULTURA

CULTURA: Itaguará realiza evento com muito Samba de Gafieira

Publicado

em

(Divulgação)

Os apreciadores de bons bailes e os amantes do chamado “samba de gafieira”, que proporciona oportunidades para verdadeiros passos de muita arte, têm a grande chance de participar de um Work Shop de Samba de Gafeira e Samba no Pé, oferecido pelo Itaguará Country Club, localizado na Estância Turística de Guaratinguetá.

Renata Versolatto (Divulgação)

Mestres do incomparável gingado e dos sinuosos desenhos coreográficos do verdadeiro samba de salão ministram, no sábado, 02 de fevereiro, das 10h às 12h, uma oficina para quem quer se iniciar nessa praia do bem dançar ou busca se aprimorar no estilo. Para isso, o time composto por Laura Santiago, Anderson Gaspar, Thais Oliveira  e Renan Feu, acolhe e orienta aos interessados.

Para os associados ao Itaguará, por sinal um Senhor Clube, o work shop custa R$ 20 por pessoa. Os visitantes contribuem com R$ 40.

 

“Test Drive”

Banda Ramos da Gafieira (Divulgação)

Já que muita gente vai poder se desenvolver ou se iniciar no samba da gafieira, com a oficina disponibilizada pela manhã, poderá se exercitar, já no sábado à noite, ocasião na qual acontece o 1º Baile de Gafieira do Itaguará, com o professor Sandro e dançarinos do Rio de Janeiro e convidados da Região. A trilha sonora fica por conta da Banda Ramos da Gafieira.

A noitada de muito Brasil na ponta dos pés e nos incríveis e artísticos passos da gafeira tem início às 22h e só termina às 02h, já no domingo pleno.

Para associados, a Gafieira é gratuita. Visitantes pagam R$ 40 e as mesas podem ser reservadas ao valor de R$ 80 cada.

SAIBA MAIS E FAÇA SUA INSCRIÇÃO CLICANDO AQUI

(Texto: Marcos Ivan, fotos: Divulgação)

Continue Lendo

CULTURA

CULTURA: História da Arte é tema de novo curso no Museu Municipal de SJC

Publicado

em

Curso de História da Arte, realizado no ano passado, contou com a participação de um bom público - Foto: Divulgação/FCCR - Foto: PMSJC

(Por Avelino Israel / Fundação Cultural Cassiano Ricardo)

A Fundação Cultural Cassiano Ricardo pretende abrir, na segunda quinzena deste mês, o prazo de inscrição para um novo curso de História da Arte e para um ciclo de palestras sobre o movimento modernista brasileiro. Como no ano passado, as atividades acontecerão no auditório do Museu Municipal de São José dos Campos e a previsão é que comecem na primeira semana de fevereiro.

Em 2018, foi realizado um curso de História da Arte Ocidental, da Pré-História à Arte Contemporânea, além de cinco minicursos sobre estilos de arte (Expressionismo, Cubismo, Dadaismo, Surrealismo e Renascimento). As atividades foram realizadas aos sábados, com oferta de quase 700 vagas. Todos os participantes que tiveram mais de 70% de frequência receberam certificado.

Para a engenheira mecânica Viviane Bespalhok, que participou do curso de História da Arte, “as aulas foram ricas em contextualização histórica dos movimentos e das obras artísticas, fartas de material para pesquisas futuras, tudo apresentado de uma forma simples e objetiva, que só quem domina o assunto é capa de fazer”, enfatizou.

Tanto o curso como o ciclo de palestras, realizados em 2018, foram ministrados por Danielle Misura Nastari, graduada em Artes Visuais pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). A profissional é especialista em Gestão de Projetos Culturais pela Universidade de São Paulo (USP), mestre e doutoranda em Estética e História da Arte, também pela USP

Museu Municipal de SJC

Praça Afonso Pena, 29 – Centro

(12) 3921-7587

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro