Conecte-se agora
acesse vila rica

TURISMO

CARNAVAL DE GUARÁ: Estrelas do Tatuapé brilham para a Mocidade Alegre (contém vídeo)

Publicado

em

Com muita energia e levando o enredo “ao pé da letra”, a Mocidade Alegre do Pedregulho trouxe para a Avenida Carnaval, em Guaratinguetá, sua homenagem a uma das mais aplaudidas Escolas de Samba paulistanas: a Acadêmicos do Tatuapé, bicampeã (2017/2018)

Com o samba, falando de bravos guerreiros, fé, saudade das rodas de samba de antigamente, com bem dosada remissão ao sincretismo, por meio das fantasias, alegorias e adereços, não dispensando a presença marcante dos agogôs, a Mocidade Alegre fez seu passeio pela pista de competição sob o luzir das “duas estrelas” (os dois títulos conquistados pela Acadêmicos, em SP, como uma das referências do enredo), contando com o coral popular nas arquibancadas e camarotes.

A impecável bateria, com os capacetes lembrando os bravos guerreiros e, juntando-se com uma ala de azul e branco empunhando espadas, faz a assinatura em homenagem ao padroeiro da escola paulistana, São Jorge, em cuja data comemorativa é apresentado o enredo de cada ano. Destaque-se, principalmente, a “paradona” da bateria, para o público cantar “a capella”.

Na Avenida Carnaval a Mocidade Alegre ainda destacou os enredos levados, pela Tatuapé, em carnavais anteriores: Beija-Flor de Nilópolis (2016); Mãe África (2017); Tambores do Maranhão (2018).

As duas estrelas, cantadas pela Mocidade Alegre do Pedregulho, também são diretas referências a Mano Décio da Viola, um dos fundadores da Escola de Samba Império Serrano (RJ) e tio de Osvaldo Vilaça, o Mala, que o ajudava na organização da agremiação carioca. Foi Mala quem trocou o nome primeiro da escola paulistana de “Unidos de Vila Isabel” para Acadêmicos do Tatuapé, tornando-se seu primeiro presidente.

Esses enredos homenageando as agremiações cariocas foram lembrados pela presença de alas com fantasias e adereços alusivos aos mesmos.

A moçada da época mais nostálgica, em SP, além de cuidar da participação da escola, no carnaval, muito contribuiu para as inesquecíveis rodas de samba na Praça da Sé. Essa turma “das antigas” foi representada por componentes da Velha Guarda da Acadêmicos do Tatuapé, que estava no carro abre-alas.

Se o samba da Mocidade garante que “ao longe você sabe quem chegou, pelo toque do agogô”, isso ficou comprovado na Avenida Carnaval, pois o agogô que marca, também, a chegada da Acadêmicos do Tatuapé, contribuiu com o seu dim dim dim para que o violão de 7 marcasse, com precisa decisão, a pegada firme do samba para a passagem da Mocidade Alegre do Pedregulho em um desfile multicolorido e com belas evoluções dos casais de mestre-sala e porta-bandeira e as magníficas “rodadas” das baianas.

O santo padroeiro, São Jorge, foi destacado num dos carros alegóricos, assim como a africanidade, por meio de esculturas instaladas no mesmo carro. A Acadêmicos do Tatuapé tradicionalmente apresenta seus enredos no dia 23 de abril, o mesmo em que o catolicismo comemora São Jorge.

Com 267,2 pontos, dos 300 possíveis, a Mocidade Alegre do Pedregulho ficou à frente da Acadêmicos do Campo do Galvão (266,3) e da Unidos da Tamandaré (263,2).

(Texto: Marcos Ivan, Canal39 – Fotos: Edna Maischberger e Marcos IVan, Canal39)

GALERIA DE FOTOS

 

TURISMO

GESTÃO: Secretário Estadual do Turismo recebe prefeitos de MITs

Publicado

em

(Divulgação)

A agenda do Secretário do Turismo do Estado de SP Vinícius Lummertz, reservou espaço para importante encontro da autoridade com alguns prefeitos dos 140 Municípios de Interesse Turístico.

Os prefeitos, membros da AMITESP (Associação dos Municípios de Interesse Turístico do Estado de São Paulo, participaram de debates sobre importantes propostas focadas em ações para incentivo do turismo.

A ideia geral é a efetivação de convênios de melhorias para a infraestrutura turística, item indispensável, senão o primeiro, para que aja, realmente, a melhor promoção e o fomento do turismo de cada cidade ou região.

Participaram da reunião os prefeitos de Nazaré Paulista, Murilo Pinheiro; Santo Expedito, Ivandeci José Cabral; Miracatu, Ezigomar Pessoa; Divinolândia, Naief Haddad; e Daniela de Cássia, prefeita de Monteiro Lobato e Presidente da AMITESP.

(Marcos Ivan, Canal39)

Continue Lendo

TURISMO

ECOS DO CARNAVAL: Tamandaré fechou bonito o desfile oficial em Guará (vídeo)

Publicado

em

(Foto: Marcos Ivan, Canal39)

Contando, e cantando, um enredo em homenagem a um de seus componentes já falecidos, o saudoso Zé Moacir, lembrado como “A Estrela Maior”, a Tamandaré também fez um desfile sem muitos percalços, com uma bateria firme e evolução marcada pela manutenção dos espaços entre as alas, motivou o público a cantar, também, o samba enredo. Por incrível um décimo não empatou em segundo lugar com a Acadêmicos do Campo do Galvão.

GALERIA DE FOTOS: Clics de Edna Maischberger e Marcos Ivan, Canal39

 

 

Continue Lendo

TURISMO

GESTÃO: Doria entrega certificados aos 43 MITs e fala do uso correto dos recursos disponibilizados

Publicado

em

(Divulgação)

Conforme o Canal39 anunciou, o Governador João Doria entregou, na tarde desta quarta-feira, 20, em SP, no Palácio dos Bandeirantes, os últimos 43 certificados de habilitação como Município de Interesse Turístico às cidades que tiveram seus Planos Diretores de Turismo, encaminhados, por meio de Projetos de Lei, à Mesa da Assembleia Legislativa. Por sua vez, após aprovados pelas Comissões da Casa de Leis Paulista, os PDTs foram enviados para a Secretaria de Turismo, para análise técnica pelo GTMITs (Grupo de Trabalho dos MITs (Municípios de Interesse Turístico), responsável pela análise técnica dos municípios que pretendem obter o título de MIT dentro da Secretaria de Turismo). Os mesmos foram aprovados e, de acordo com a Lei 16.938/2019, tiveram a habilitação concedida e confirmada hoje, com a entrega dos respectivos diplomas.

Com isso, completou-se, oficial e definitivamente, o elenco de 140 MITs – Municípios e Interesse Turístico do Estado de São Paulo.

Restam, em mãos do GTMITs, 100 Projetos de Lei aguardando a oportunidade de conquistar o título de MIT, uma realidade não a curto prazo, pois dependerá de complementação da Lei 1261/2015 para ampliação do número de Municípios de Interesse Turístico. Isso exigiria emenda ao artigo 146 da Constituição Estadual, motivo para muitas discussões em plenário da Assembleia Legislativa.

Atualmente, o GTMITs já desenvolve o processo de ranqueamento (análise de desempenho e aproveitamento) dos municípios titulados.

Serão exigidos relatórios, prestações de contas e outras providências para o MIT se manter no elenco.

Aliás, contrariamente ao que muitos administradores apregoam, o MIT não habilita o município a ser, posteriormente, uma Estância Turística. Daí, outras ações legais precisaram ser observadas.

O evento contou com a presença dos Secretários de Turismo, Vinícius Lummertz e de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, além do presidente da ALESP, deputado Cauê Macris.

Todos os MITs estão obrigados a seguir uma série de procedimentos, os quais serão avaliados e acompanhados por técnicos especializados, componentes de um grupo designado para prestar orientações e controle.

COMTUR E SUA IMPORTÂNCIA

Daí, destaque-se a importância de um COMTURConselho Municipal de Turismo completamente isento de “comandos externos”, altamente comprometido com os interesses do município e não se atrelando a posições meramente políticas e eleitoreiras.

Vale, ainda, destacar a fala do Governador João Doria no momento da entrega dos certificados, conforme pode ser observado mais abaixo.

O Conselho Municipal de Turismo de cada MIT passa a ser peça fundamental e com peso de decisões na elaboração de projetos e avaliação e deliberação sobre propostas para o uso dos recursos fornecidos pelo DADETUR – Departmaneto de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos.

Cada membro do COMTUR de um município passa, ainda mais, a ser responsável pelo sucesso das ações objetivando efetivas melhorias na promoção e fomento do turismo local. Aliás, essa é a premissa estabelecida pela Cartilha do MIT: COMTURs, obrigatoriamente, são Deliberativos e não meramente Consultivos.

Aos membros do COMTUR cabe, sem dúvida, a fiscalização do uso dos recursos por eles aprovados e recebidos do Estado.

(Marcos Ivan, da Redação do Canal39) 

Saiba mais

João Doria, durante sua fala no evento (Divulgação)

“Os 43 municípios que hoje estão recebendo essa qualificação sabem a responsabilidade que possuem à frente dessa atividade, a partir deste momento. Devem destinar o recurso para potencializar o turismo, que é aumentar o fluxo de pessoas na cidade para permitir a geração de empregos e de renda”, ressaltou Doria. Acrescentou que este novo cenário também será positivo para o micro e pequeno empreendedor e que esta alternativa pode engrandecer cada município. “Usem sua criatividade – exclamou o Governador- e façam bom uso dos recursos do turismo que não são para ser utilizados na construção de praças, iluminação, asfalto e fontes. Para estes itens os recursos são de outras origens”, finalizou.

Eis os municípios certificados: Adamantina, Adolfo, Anhembi, Araçatuba, Araçoiaba da Serra, Barra do Turvo, Bebedouro, Bocaina, Botucatu, Divinolândia, Dois Córregos, Garça, Guaíra, Ibirarema, Icém, Igarapava, Indiaporã, Ipeúna, Itapeva, Itaporanga, Itariri, Itirapina, Jaboticabal, Jarinu, Juquiá, Juquitiba, Lavrinhas, Marília,

Secretário Vinícius Lummertz (Divulgação)

Mogi Mirim, Palmeira D’Oeste, Pauliceia, Pirapora do Bom Jesus, Pongaí, Porto Ferreira, Santa Albertina, Santa Clara D’Oeste, São Bernardo do Campo, São João da Boa Vista, São Manuel, Timburi, Três Fronteiras, Valentim Gentil e Votorantim
No evento, Vinicius Lummertz, Secretário Estadual de Turismo, esclareceu que os recursos são liberados mediante a apresentação de convênios para obras de infraestrutura turística com o DADETUR (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos), com a aprovação do Conselho Municipal de Turismo de cada cidade, além do aval do COC – Conselho de Orientação e Controle.

“Todos os MITs terão a oportunidade de aumentar seu fluxo de visitantes e melhorar a qualidade da atividade turística local com uma verba anual”, destacou o Secretário Estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

(Fonte: Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo)

 

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro