Conecte-se agora
acesse vila rica

TURISMO

AVENTURA: Maio a setembro é a época mais propícia para a prática do esporte de travessias e escaladas no país

Publicado

em

Vivian Telles, montanhista e blogueira de montanhismo e destinos de aventura do Brasil. Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação MTur

(Por Geraldo Gurgel)

A temporada ideal para a prática de montanhismo no Brasil, que vai de maio a setembro, começa oficialmente no dia 27 de abril, com o festival anual Abertura da Temporada de Montanhismo (ATM), na Urca, Rio de Janeiro. O evento marca o começo do período mais adequado para o esporte no país e é aberto ao público, com programação envolvendo atividades ecológicas, educação ambiental, demonstrações de técnicas de escalada e resgate, apresentação de equipamentos, campeonato de escalada, cinema de montanha e ações de “montanhismo social”.

Além de montanhistas e escaladores, a ATM atrai simpatizantes das atividades ao ar livre e de conservação das montanhas brasileiras. O festival faz a divulgação da diversidade de montanhas existentes no Brasil no período em que as condições climáticas são ideais para a prática do esporte e turismo nas alturas. Segundo a Federação de Esportes de Montanha do Estado do Rio de Janeiro, o objetivo é celebrar a cultura do montanhismo através do uso turístico, recreativo e esportivo das montanhas.

Segundo o secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo do MTur, Aluizer Malab, a diversidade de atrativos naturais no Brasil é um diferencial entre os destinos de natureza e aventura, no mundo. “São ativos que aumentam nosso potencial de atração de turistas estrangeiros e também de ampliação do turismo doméstico, dinamizando as economias locais de maneira sustentável. A temporada de montanhismo no Brasil é uma excelente oportunidade de promovermos a preservação do patrimônio natural por meio do turismo. Turismo e meio ambiente andam juntos”.

O turismo nas alturas requer disposição e aventura. O Morro da Urca, onde será realizado o evento de abertura da temporada, integra o Monumento Natural do Pão de Açúcar, é um dos pontos de escalada do Rio de Janeiro e também ponto de chegada ou de partida da Trilha Transcarioca. A travessia de 180 km interliga seis áreas protegidas dentro da cidade, como o Parque Nacional da Tijuca, o mais visitado do Brasil, onde está a estátua do Cristo Redentor. Na outra extremidade da caminhada fica o Parque Natural Municipal de Grumari.

EXPERIÊNCIAS – Quem sobe a Serra do Mar encontra no Parque Nacional da Serra dos Órgãos um dos melhores locais do Brasil para a prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel. O cenário natural tem vistas deslumbrantes da majestosa cadeia de montanhas, além de cachoeiras, sítios históricos, fauna e flora abundante da Mata Atlântica. São mais de 200 quilômetros de trilhas, desde a trilha suspensa, acessível para cadeirantes, até a pesada Travessia Petrópolis-Teresópolis, com 30 Km de subidas e descidas pela parte alta das montanhas. Entre as escaladas, destacam-se o Dedo de Deus, com 1.692 metros de altitude, marco inicial da escalada no país desde 1912, e a Agulha do Diabo, uma das melhores escaladas em rocha do mundo.

“Foi uma das mais bonitas e melhores experiências de travessias que eu já fiz”, disse a blogueira Vivian Teles, que escreve sobre turismo e aventura. A carioca destacou que a vivência entre as montanhas propicia grandes aventuras para quem quer fugir do stress do dia a dia e se conectar com a natureza. “Definitivamente essa travessia deve fazer parte do currículo do montanhista brasileiro”, afirmou.

Localizado na Serra da Mantiqueira, na divisa entre os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, próximo ao estado de São Paulo, o Parque Nacional do Itatiaia, criado em 1937, foi o primeiro parque do Brasil, sendo uma das áreas pioneiras do montanhismo. São diversas trilhas, travessias com abrigos de montanha entre as partes Alta e Baixa e opções de escaladas nas formações rochosas – entre elas, Camelo, Prateleiras e Altar. O parque abriga três dos 10 pontos mais altos do Brasil: o Pico das Agulhas Negras (2.791 m), o 5º mais alto do país, que é o ponto culminante do Itatiaia; o Morro do Couto (2.680 m), o 8º em altitude; e a Pedra do Sino de Itatiaia (2.670 m), que é o 9º pico mais alto.

Montanhista Ediceu Pereira em caminhada para o Monte Roraima. Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação MTur

A escalada das Agulhas Negras foi a experiência mais difícil para Ediceu Pereira, que já subiu oito das dez maiores montanhas do Brasil. Ele justificou que os picos da Neblina (2.995 m) e 31 de Março (2.974 m), o 1º e o 2º mais altos, ambos localizados no Parque Nacional do Pico da Neblina, no Amazonas, não estão abertos para visitação. “Já a trilha mais bela que eu fiz foi a do Parque Nacional do Monte Roraima, durante sete dias. A paisagem da região e a magia do local são únicas”, disse o paulistano ao destacar a beleza da 7ª montanha mais elevada do Brasil, uma “mesa” com 2.734 metros de altitude, localizada no extremo norte de Roraima e marco divisor da tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana.

No Parque Nacional do Caparaó, entre Minas Gerais e Espírito Santo, ficam os picos da Bandeira (2.891 m) e Cristal (2.769 m), o 3º e 6º em altitude. Além das trilhas com abrigos noturnos, os visitantes podem se deliciar com banhos em cachoeiras e piscinas naturais e observar visuais deslumbrantes da Serra do Caparaó e região, com belos espetáculos no alvorecer e no pôr do sol acima das nuvens. Completam a lista do montanhista a Pedra da Mina (2.798 m), o 4º pico em altitude, na Serra da Mantiqueira, entre São Paulo e Minas Gerais; e o Pico Três Estados (2.665 m), o 10º mais alto, na mesma região, entre Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

SEGURANÇA – Montanhismo é uma atividade de risco, e os manuais e guias impressos ou digitais não substituem instrução e supervisão profissional. Há, no entanto, atividades com todos os níveis de dificuldade – desde caminhadas de contemplação até escalada de montanhas. Se você deseja praticar alguma atividade mais radical, procure os condutores ou guias de turismo de aventura credenciados para os percursos em todo o Brasil ou profissionais certificados pela Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada.

(Edição: Vanessa Sampaio / MTur)

Continue Lendo
Propaganda acesse anuncie ""
Clique para comentar

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TURISMO

VIAGENS AÉREAS: Com apoio do Governo de SP, Azul confirma novos voos para Araraquara e Guarujá

Publicado

em

Imagem ilustrativa: aeronave da Azul, taxiando no aeroporto de SJK (Foto: Edna Maischberger, Canal39)

A ampliação da malha aérea no Estado de São Paulo, com expressivo aumento de voos, já é uma realidade. O Governador João Doria e o Secretário Estadual de Turismo, Vinicius Lummertz, anunciaram nesta quinta-feira (18), no Palácio dos Bandeirantes, novos voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras para os municípios de Araraquara, no interior, e Guarujá, no litoral paulista.

A ampliação da malha aérea no Estado é resultado do programa “São Paulo Pra Todos”, que reduziu o imposto da alíquota cobrada sobre o querosene de aviação de 25% para 12%. Como contrapartida, as companhias aéreas passarão a oferecer mais voos a partir de diversos aeroportos paulistas.

“São Paulo é o maior emissor de turismo do Brasil e da América Latina”, afirmou o Governador. “Isso implica em aumento do fluxo de passageiros para o interior do Estado e também para outros destinos em todo o Brasil”, acrescentou. “Turismo não é tratado como acessório, aqui é uma política de governo”, frisou Doria.

Para o Secretário Lummertz, “mais voos, mais ligações diretas e mais destinos são de grande importância para o desenvolvimento socioeconômico paulista, gerando prosperidade e avanço também para atividade turística e de negócios. A conectividade faz crescer as regiões”.

O município de Araraquara possui 230 mil habitantes e voltará ao cenário da aviação nacional, recebendo um voo diário para a cidade de Campinas a partir do dia 1º de setembro. Com ligação direta ao Aeroporto Internacional de Viracopos, os passageiros que partirem de Araraquara terão a possibilidade de se conectar a 60 destinos dentro e fora do Brasil.

Em relação ao Guarujá, com 380 mil habitantes, a expectativa da Azul é operar voos do litoral paulista para os aeroportos de Santos Dumont, no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, em Minas Gerais, e Curitiba, no Paraná. O início das operações dependerá da conclusão de obras estruturais no aeroporto de Guarujá.

“É fundamental que o hub paulista cresça para aumentar a conectividade aérea do Brasil”, declarou o Secretário Lummertz. “Nós precisamos fortalecer o hábito de voar. Quanto mais passageiros voarem, melhores tarifas nós teremos”, concluiu.

Os voos serão operados com aeronaves modelo ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros. Assim, a Azul amplia de 10 para 12 o total de cidades atendidas pela companhia em São Paulo, com médias de 36 voos diários entre destinos paulistas.

A iniciativa também permite que a Azul fortaleça o hub de conexões em Campinas e a presença da companhia em Guarulhos. De junho até dezembro deste ano, serão nove novas ligações diretas: Campinas – Sinop (MT), a partir de junho; Guarulhos – Manaus (AM), Campinas – Imperatriz (MA), Campinas – Aracaju (SE), Campinas – Natal (RN), Campinas – São Luís (MA) e Campinas – João Pessoa (PB), em julho; Campinas – Vitória da Conquista (BA), a partir de agosto; e Campinas – Cabo Frio (RJ) em dezembro de 2019.

São Paulo Pra Todos

A despesa das empresas aéreas com combustível chega a até 40% de todo o custo operacional de cada voo. Com a redução do ICMS cobrado sobre o combustível aéreo, o Governo de São Paulo pediu contrapartidas para aumentar o fluxo de pousos e decolagens dentro do Estado, principalmente em cidades que ainda não eram atendidas por linhas comerciais regulares.

Pelo acordo firmado em fevereiro, o setor aéreo se comprometeu a criar 70 novos voos e 490 partidas semanais, aumentando a oferta de destinos em todo o país. Ao todo, as novas frequências vão atingir aeroportos de 38 cidades em 21 estados. A desoneração tributária terá efeito a partir de 1º de junho e será compensada pelo impacto econômico gerado pelas contrapartidas.

(Assessoria de Comunicação – Setur-SP).

Continue Lendo

TURISMO

TURISMO: Silveiras lança folder com endereço de atrativos e estabelecimentos

Publicado

em

(Divulgação)

Sabemos que todos gostam, sempre que possível, de dar uma esticadinha com a família para conhecer, pelo menos, um pouco mais de nosso gigantesco Brasil, não é mesmo?

aconteceu de você chegar, em passeio com a família, a uma cidade e perguntar, para algum morador, por exemplo, onde fica a Bica dos 7 Goles?

Daí, o atencioso morador responde que “Sei não, moço… Conheço a Bica Branca… Fica lá pras banda do Sertãozinho”.

Ainda sem saber o que precisava saber, você avança mais um “bocadinho” e dá de cara com o carteiro. (Logicamente ele deve saber, pensa você…)

A resposta vem de pronto e então você descobre que a Bica Branca e a Bica dos 7 Goles são a mesma coisa e que para chegar até lá tem uma estrada de terra, mas em bom estado, todinha sinalizada com placas, no bairro Sertãozinho.

O carteiro, inclusive, lhe dá, de presente, o que ele chamou de “mapinha” da cidade, com todos os locais de fazer turismo, onde comer, dormir e, até, os telefones dos serviços municipais…

Você agradece, ajeita o “raybanzão”, volta para o carro e avisa a família que todos vão tomar 7 goles na Bica Branca, um dos mais procurados atrativos da encantadora Florada, uma cidadezinha bem organizada e simpática, incrustada na Serra dos Amores, num canto qualquer do país…

Enquanto você dirige, a criançada canta alguma coisa que sua esposa também entende e você só fica no “laraiá-raiá”, sem tirar os olhos da estrada e das placas de sinalização. Enquanto dirige, pensa:

“Se todos os prefeitos fizessem isso, todas as cidades teriam mais facilidade em receber visitas de turistas…”

Silveiras faz a lição de casa!

Já que você gosta de informação e de passear, na próxima oportunidade, com a turma toda, para Silveiras

Lá tem muita coisa bonita, tem história que faz parte da nossa história, para você colocar na história da história de sua família…

Ainda mais agora, que a Prefeitura de Silveiras preparou e já está distribuindo o Folder Turístico do município.

Guilherme Carvalho, prefeito de Silveiras, exibindo o Folder Turístico (Divulgação)

O prefeito Guilherme Carvalho faz questão de destacar a importância de se fomentar, incentivar mesmo, o turismo sustentável como ferramenta de gerar emprego e renda para muita gente.

E não é que o senhor prefeito tem razão?

Praticar ações focadas na sustentabilidade da Região, não só do município em si, com responsabilidade e compromisso pela qualidade de vida de todos, faz com que o turismo se torne referência e ganhe mais simpatizantes.

O comércio se torna mais organizado, pois há o incentivo à concorrência positiva, os meios de hospedagem buscam criar diferenciais, as famílias se motivam a investir esforços na realização de opções como artesanato, culinária, agricultura familiar, atendendo suas necessidades, além de estabelecer algum recurso adicional à economia local.

Guilherme Carvalho, inclusive, já destaca as próximas ações em benefício da promoção do turismo: estudos definirão, a curto prazo, a criação e produção de placas indicadoras dos atrativos silveirenses.

Folder Turístico de Silveiras (Divulgação)

As ações da Prefeitura de Silveiras são merecedoras de aplausos, pois – independentemente de estar aguardando a análise de seu Plano Diretor de Turismo (pelo setor competente da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, que é a AMITUR) – desenvolve trabalho para a cidade já estar, cada vez mais, apta, devidamente aparelhada, com o melhor de todos os esforços para quando merecer a classificação como MIT – Município de Interesse Turístico.

Essa classificação garantirá, ao município, repasse de verba do governo do Estado de São Paulo específica para o fomento e divulgação do turismo. Enquanto isso não acontece, não há o que esperar e, isto sim, continuar o trabalho, nunca esquecendo a lição de casa.

Afinal, nada acontece por acaso e quem espera, às vezes não vê o tempo passar…

(Texto: Marcos Ivan, Canal39)

Continue Lendo

TURISMO

LITORAL: Caraguatatuba aguarda 150 mil turistas no feriado da Páscoa e tem shows de Daniel e IZA

Publicado

em

O Feriado da Sexta-Feira da Paixão (19/04) e Domingo de Páscoa (21/04) deve atrair cerca de 150 mil turistas para Caraguatatuba. Como o aniversário de 162 anos de Caraguatatuba é no sábado (20/04), a cidade recebe os shows dos cantores Daniel e Iza, além da 12ª Encenação da Paixão de Cristo.

A Associação de Hotéis e Pousadas (AHP) estima a taxa de ocupação em 70%, podendo chegar a 90% até o final da semana. A Concessionária Tamoios estima que cerca de 155 mil veículos devem trafegar pela Rodovia dos Tamoios (SP-99) durante o feriado prolongado.

Além das praias e da gastronomia local, moradores e visitantes podem assistir a 12ª Encenação da Paixão de Cristo, na Praça da Cultura, na sexta-feira, a partir das 21h, organizada pela Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba.

(Foto: JC Curtis/FUNDACC)

Este é considerado o maior espetáculo religioso a céu aberto do Litoral Norte, que conta nesta edição com a participação de mais de 260 voluntários, do ator Fábio Villa Verde e do prefeito Aguilar Junior.  O ator Mauro Morais faz sua 12ª aparição como Jesus de Nazaré na produção.

A entrada é gratuita e haverá arquibancada para quem quiser ficar sentado. A expectativa da organização é que mais de 20 mil pessoas acompanhem a história dos últimos dias de Cristo na terra.

Música

As atrações musicais deste final de semana também serão realizadas na Praça da Cultura (Centro), na Avenida da Praia, e a entrada é gratuita. No sábado, aniversário de Caraguatatuba, os fãs da música sertaneja têm encontro marcado com o cantor Daniel, que traz o seu novo espetáculo “Versões de Mim”.

Cantor Daniel (Divulgação)

O repertório é formado por grandes sucessos da carreira de Daniel em novos conceitos. A outra novidade do artista fica por conta da canção “Casava de Novo”, lançada no dia 8 de março em todas as plataformas digitais.

No domingo, a cantora Fernanda Leturia apresenta seu MPB e Pop Rock, a partir das 19h30, abrindo o show da cantora IZA, que encerra o final de semana de atrações dos 162 anos de Caraguatatuba, a partir das 21h.

IZA (Divulgação)

Além do consagrado hit “Pesadão”, IZA levantará a galera com “Dona de Mim”, “Ginga” e “Bateu”, além dos destaques do soul e da disco music.

Previsão do tempo

De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE), em Caraguatatuba, o feriado da Paixão de Cristo será parcialmente nublado e temperaturas que variam de 21ºC a 33ºC. O Sábado de Aleluia continua parcialmente nublado com a temperatura máxima subindo um grau.

Já o Domingo de Páscoa vai ser de muito calor com possibilidade de pancadas de chuva à tarde. Os termômetros registram mínima de 22ºC e máxima de 32ºC.

Programação Feriado Prolongado Semana Santa

19/04 (Sexta-feira) 21h – Espetáculo Paixão de Cristo – Praça da Cultura – Centro

20/04 (Sábado) 22h – Daniel – Praça da Cultura – Centro

21/04 (Domingo) 19h30 – Fernanda Leturia – Praça da Cultura – Centro

21/04 (Domingo) 21h – IZA – Praça da Cultura – Centro

(Secretaria de Comunicação / PMC – Fotos: JC Curtis/Fundacc e divulgação/PMC)

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro