PINDA: NO MAPA DO TURISMO / CEPATAS / CONFERÊNCIA DE SAÚDE

PINDA: NO MAPA DO TURISMO / CEPATAS / CONFERÊNCIA DE SAÚDE

Dirigentes Regionais de Turismo reunidos em Campos do Jordão (Divulgação) 

Pindamonhangaba está realizando um trabalho sério na área do turismo.

Além do fomento local, por meio de valorização do artesanato, realização de festivais gastronômicos que resgatam a cultura popular, como o Festival Junino, e projeto de envolvimento da comunidade por meio do "Conheça Pindamonhangaba", entre outras iniciativas, o Departamento de Turismo da Prefeitura está buscando meios para investimento na parte estrutural turística da cidade, via governo Estadual e Federal.

O primeiro passo foi integrar a cidade no Mapa do Turismo brasileiro, desenvolvido pelo Ministério do Turismo, por meio da participação de Pindamonhangaba na Região Turística Mantiqueira Paulista.

Na última semana, dirigentes de turismo desta região se reuniram no Senac de Campos do Jordão para a elaboração da primeira etapa do plano regional de turismo, que visa a regionalização do turismo, como instrumento primordial no desenvolvimento das políticas públicas voltadas para essa área.

De acordo com a diretora de Turismo de Pindamonhangaba, Ana Lúcia Gomes Araújo, a participação de Pindamonhangaba no plano regional de turismo vai resultar, entre outros vários benefícios, na destinação de recursos orçamentários, anualmente, para o desenvolvimento do turismo em Pindamonhangaba.

Fazem parte, ainda, da Região Turística Mantiqueira Paulista, os municípios de Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, Monteiro Lobato e São José dos Campos, por meio do distrito São Francisco Xavier.

Plano Municipal

Em paralelo à regionalização, o Departamento de Turismo está trabalhando no Plano Municipal de Turismo que faz parte das etapas para Pindamonhangaba obter o título de Município de Interesse Turístico.

O título possibilitará acesso de Pindamonhangaba a verbas federais que também poderão ser utilizadas em investimentos mais expressivos como obras de infraestrutura para o turismo, tanto na área urbana quanto rural, tais como manutenção de estradas, revitalização de parques e da sinalização turística em toda a cidade, paisagismo, iluminação, construção e reformas de parques, teatro e museus, entre outras.

A conquista do Plano Municipal de Turismo é uma das metas da administração municipal, para o desenvolvimento de uma economia alternativa em Pindamonhangaba. 

Conferência Municipal de Saúde debate humanização

A 8ª Conferência Municipal de Saúde será realizada nesta sexta-feira (25) e sábado (26), tendo como tema "Humanização na saúde: direito e deveres de todos".

O evento é uma realização do Conselho Municipal de Saúde, com o apoio da Prefeitura de Pindamonhangaba.

As inscrições para participação da Conferência estão abertas desde a primeira pré-conferência e seguirão até o dia do evento. A presidente do Comus é Irene Ribeiro.

A cerimônia de abertura será na sexta-feira, às 18 horas, no auditório da Prefeitura.

O evento terá a Palestra “Humanização na Saúde: Direitos e Deveres de Todos”, com o palestrante Donato Medeiros.

No sábado, a conferência será na Etec João Gomes de Araújo, na Boa Vista, a partir das 8 horas. Fazem parte da programação: Leitura e Aprovação do Regimento Interno da 8ª Conferência, palestra: “A Humanização da Saúde depende de nós” (Palestrante: Marcelo Lobato), debates, organização dos grupos de trabalho, plenária, leitura, discussão e aprovação das propostas, agradecimentos ao Homenageado.

Os eixos para discussão serão: 1. O cuidar-se: Direito ou Dever? Saúde e Cidadania. Com base na Portaria nº 1.820, de 13 de agosto de 2009; 2. Acesso e acolhimento com qualidade; 3. Atenção Básica: Assegurar Políticas Públicas para a Saúde e Qualidade de Vida; 4. Uso do SUS com Responsabilidade; e 5. Modelo Assistencial e de Gestão nas Políticas Públicas, a fim de garantir acesso.

As conferências municipais de saúde têm como objetivos principais avaliar a situação de saúde e propor diretrizes para a formulação da política de saúde e nos três níveis de gestão. Isso significa dizer que as deliberações das conferências devem servir para orientar os governos na elaboração dos planos de saúde e na definição de ações que sejam prioritárias nos âmbitos municipal, estadual e federal.

O Conselho de Saúde é um órgão permanentemente de fiscalização do Sistema Único de Saúde e atua na formulação de estratégias e no controle da execução da política de saúde, inclusive nos aspectos econômicos, financeiros e deliberativos. 

Mais informações poderão ser obtidas na Sala do Conselho de Saúde, Rua Major José dos Santos Moreira, 570, São Benedito ou 3550-0512.

Prefeitura inicia obras do Cepatas

Centro de Proteção e Atendimento aos Animais será no Parque da Cidade.

A Prefeitura de Pindamonhangaba iniciou as obras do Cepatas - Centro de Proteção e Atendimento aos Animais - em uma área dentro do Parque da Cidade.

O local irá receber o atual Abrigo Municipal de Animais e oferecerá toda a estrutura para conforto e atendimento de qualidade de cães, gatos destinados à adoção e animais de grande porte recolhidos nas ruas.

As obras estão em fase de fundação e o Cepatas contará com canis e gatis - inclusive com maternidades específicas -, área para animais de grande porte, solário, acolhimento, área livre fechada para atividade física dos animais, além de clínica com consultório, sala de repouso, de cirurgia, de internação, entre outros espaços como escritórios e depósitos.

De acordo com informações da Secretaria de Serviços Públicos, responsável pela obra, o Cepatas está se tornando realidade devido a uma gestão integrada entre diversas secretarias.

"Após finalizarmos a construção, a Saúde entrará no prédio com os equipamentos adequados, para que possamos entregar o Cepatas para a população, pronto para funcionamento", explicou o secretário Josué Bondioli. O Cepatas ficará localizado em área entre o lago e o palco de alvenaria do Parque da Cidade.  

Para o prefeito Isael Domingues, a construção do Cepatas é necessária para que os animais abandonados da cidade sejam tratados com mais respeito.

"Nossa intenção é melhorar o acolhimento e a maneira como os animais abandonados são tratados. Isso também é um trabalho de saúde e prevenção. O Cepatas será um centro de serviços de zoonoses e de todo o atendimento necessário aos animais, para que possam ser colocados para adoção", explicou o prefeito, lembrando que paralelamente com o atendimento do Cepatas, a prefeitura já realizou eventos como o Animacão Legal com ações educativas, incentivando a adoção e preventivas em parceria com instituições ligados à causa animal.

Outras ações serão realizadas durante o ano, voltadas a castração e conscientização visando impedir que outros cães e gatos sejam abandonados.

(TEXTOS SOB RESPONSABILIDADE DO DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA DE PINDAMONHANGABA – FOTO: DIVULGAÇÃO)

 

 

 

 

 

 

 

 

Olá, deixe seu comentário para PINDA: NO MAPA DO TURISMO / CEPATAS / CONFERÊNCIA DE SAÚDE

Enviando Comentário Fechar :/